UOL Esporte Futebol
 
30/06/2010 - 09h05

Inter será mais comunicativo nos jogos sob tutela de Celso Roth

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

Não será apenas o número de volantes a novidade do Internacional comandado por Celso Roth. O técnico também vai recuperar a conversa entre os jogadores do time no decorrer das partidas. É correto afirmar, então, que com Roth a equipe volta a ser comunicativa dentro das quatro linhas.

Outrora um time quieto, cartesiano. Agora, o Inter terá vibração e cobrança dentro das quatro linhas. Em todos os treinos táticos Celso Roth não dispensou orientações para a troca de frases entre zagueiros e volantes, meias e atacantes.

A passagem mais emblemática desta faceta do time de Roth ocorreu com Wilson Matias. O volante marcou um gol no treino de terça-feira e ao invés de ouvir elogios e palmas se deparou com uma correção. “Tu tens que pedir a bola, tens que pedir. Passou certo pelo lado, mas não pediu”, disse o comandante ao jogador, que tinha se desmarcado em uma cobrança de lateral.

“Quando o jogador não conversa dentro de campo é por que às vezes não tem a função determinada. Eles não cobram um do outro, não tem posição definida e aí complica”, aponta Roth. “Minha metodologia engloba isso. Cada um sabe onde tem que estar e assim gera cobrança, no sentido positivo. Tudo para conseguir nosso objetivo, de vencer”, acrescenta.

INTERNACIONAL NO TWITTER

Em outro treino, o lateral Nei pedia bola gritando para os meias que conduziam a jogada. “Já passei, já passei. Estou aqui”. Mais tarde, Bolívar orientava os companheiros de defesa. “Aperta, vai saindo e não deixa chegar”. O capitão Guiñazu completava o coral. “Volta aqui, Alecsandro. Volta e vamos fechar o meio”, disse o argentino pedindo ajuda do centroavante na marcação.

O primeiro teste desta ferramenta, bem como da marcação pressão e do esquema 4-5-1 do Inter será em jogo treino com o Lajeadense, nesta quinta, no gramado suplementar do estádio Beira-Rio. “A partir do momento em que formos repetindo time a comunicação será normal”, prevê Roth.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host