UOL Esporte Futebol
 
30/06/2010 - 07h08

Sem medo de voltar ao Palmeiras, D. Souza espera solução até o fim da semana

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Afastado pela diretoria do Palmeiras desde o primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-GO, no dia 29 de abril, quando fez gestos obscenos para parte da torcida ao ser substituído o atacante Diego Souza segue sem saber sobre o seu futuro. Porém, após dois meses de especulações parece que esta situação finalmente está chegando ao fim.

A Traffic estuda duas propostas para negociar Diego Souza para o exterior. A primeira é do Catania, da Itália, e a segunda é do Al-Jazira, dos Emirados Árabes, que ofereceu mais para contar com o meia, eleito o melhor jogador do último Campeonato Brasileiro. Além disso, ser reintegrado ao Palmeiras é outra das opções e o jogador já colocou um prazo para encerrar esta “novela”.

“No final desta semana eu acho que já está tudo resolvido e na próxima semana já deve ter alguma situação para que eu possa começar a treinar, voltar a forma física e poder atuar novamente”, desabafou o atacante Diego Souza, em entrevista à rádio Globo de São Paulo.

“Sempre fui tranquilo e sempre soube lidar com essas situações. Não tenho medo de voltar a jogar no Palmeiras. Tenho muitos amigos lá, sou homem e honesto. O que for decidido vou falar com a minha família e estudar para ver o que é bom”, completou Diego Souza.

Outro que também cobrou uma definição o mais rápido possível desta situação foi o técnico Luiz Felipe Scolari, que já manifestou o interesse em contar com Diego Souza no elenco quando assumir a equipe no dia 16 de julho. Apesar deste desejo, o jogador negou que tenha tido qualquer contato com o treinador.

“Não conversei com o Felipão, nem com ninguém até o momento, de nenhuma outra equipe, ou qualquer outro treinador. Estou no Rio de Janeiro, na casa dos meus pais e aguardando esta definição”, finalizou o Diego Souza, que participou de apenas uma, das sete partidas do Palmeiras neste Campeonato Brasileiro.

Em sua apresentação no Palmeiras, o atacante Kleber disse que gostaria de jogar com Diego Souza nesta temporada e declarou que, se fosse preciso, ligaria para seu ex-companheiro na conquista do último título do clube para convencê-lo a voltar. Apesar da boa vontade do atual camisa 30 do elenco, Diego revelou que ainda não conversou com o “Gladiador”.

“Eu não cheguei a conversar com o Kleber, mas é um amigo que eu tenho. Jogamos juntos em 2008 no Palmeiras, fizemos uma amizade boa e seria um prazer conseguir jogar ao lado dele novamente, pois se trata de um grande jogador”, finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host