UOL Esporte Futebol
 
05/07/2010 - 07h02

Rafael Marques recebe propostas para sair e não descarta deixar o Grêmio

Marinho Saldanha
Em Florianópolis (SC)

O zagueiro Rafael Marques tem sido pouco aproveitado por Silas no Grêmio. Com contrato até o final do ano, o defensor admitiu a possibilidade de deixar o Olímpico. Visivelmente magoado, Rafael se vê injustiçado no banco de reservas.

"Eu sei muito bem tudo o que eu fiz nesse 1 ano e 5 meses de Grêmio. Sempre dei o meu melhor, nunca desconfiei de mim porque sei do meu potencial. O que eu coloquei que quando disse que se você está desvalorizado e não tem oportunidade tem que procurar outro caminho, não é questão de estar descontente, é questão de você não se sentir útil ao grupo. Mas isso nunca aconteceu comigo, eu sempre me senti útil ao Grêmio". revelou o jogador fazendo relação ao que havia dito antes da semifinal da Copa do Brasil, quando afirmou que poderia revelar muitas coisas sobre o momento ruim que vivia no time.

Rafael Marques chegou no Grêmio em 2009 e sempre foi titular do time. Neste ano, ele iniciou a temporada na mesma situação, mas acabou substituído por Mário Fernandes e depois por Ozeia. Atualmente ele é a quarta opção para a zaga, podendo ser terceira se Mário for efetivado como lateral.

"No futebol você tem que provar a cada dia, independente de ter status de titular ou reserva, você precisa estar pronto. Durante todas as vezes que o treinador precisar de você é necessário estar bem, com a cabeça boa e concentrado para fazer o melhor. Se você fizer o melhor, não será mais que sua obrigação, mas se não fizer vai ser criticado. Se você não estiver pronto dará razão a quem te tira do time ou a quem te critica. Então, eu sempre vou procurar dar o meu melhor. Estou aqui há 1 ano e 5 meses, fiz 12 gols e nunca estive no departamento médico", afirmou visivelmente magoado.

As palavras de Rafael podem ser interpretadas como uma relação a outros jogadores que estão constantemente machucados, caso de Mário Fernandes que teve muitos problemas no início deste ano.

A renovação de contrato do defensor chegou a estar em pauta no início do ano. Porém, a direção do Grêmio diminuiu o interesse na permanência dele com as chegadas de Rodrigo e Ozeia. Antes do início do Brasileiro o Goiás fez uma proposta pelo atleta, aceita pela direção, mas negada por ele.

O GRÊMIO NO TWITTER

"Até agora não chegou nenhuma proposta de renovação do Grêmio. Tive sim propostas de outros clubes, mas preferi ficar. Não posso dizer o que vai acontecer comigo por enquanto. Sei que estou no Grêmio hoje e penso a cada dia. Até dezembro estarei aqui, mas depois, seja no Grêmio ou em outro time vou seguir minha vida", explicou.

O atleta tentou não entrar em polêmica, mas deixou claro que se vê injustiçado no time tricolor. "Não gosto muito de criar polêmica e de falar em injustiça. Eu acho que você cria espaços com o seu trabalho. Lógico que eu respeito a opinião de todo o mundo: do treinador, da direção, dos jogadores, todo o mundo precisa ser respeitado. Eu tenho que aproveitar minhas oportunidades. Sempre que eu entrei procurei dar meu melhor. A partir do momento que você não se sentir útil tem que procurar um novo caminho. Mas até dezembro muita coisa pode acontecer, não sei o que será da minha vida aqui", disse. 

Nesta segunda-feira, o Grêmio enfrente o Avaí pela última rodada da Copa da Hora. O jogo está marcado para as 21h30, na Ressacada. Silas não contará com Victor e Hugo no embate. Rodrigo volta de suspensão e está confirmado na defesa.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host