UOL Esporte Futebol
 
20/07/2010 - 08h46

Italiano Totti diz que pensou em se aposentar após agredir Balotelli

Das agências internacionais
Em Roma (Itália)

Capitão da Roma, o meio-campista italiano Francesco Totti admitiu nesta terça-feira que pensou em abandonar sua carreira depois de agredir o atacante Mario Balotelli, da Internazionale, na final da Copa da Itália, quando o time de Milão saiu campeão.

“Teve um momento em que pensei em desistir de tudo”, disso o jogador em entrevista coletiva na cidade de Riscione di Brunico, Norte da Itália, onde a equipe romanista está fazendo sua preparação para a temporada 2010/11 do futebol europeu.

O jogador de 32 anos explicou que sua ideia de abandonar o futebol esteve motivada tanto pelo o que aconteceu dentro de campo quanto pela polêmica fora dele que se sucedeu. “Toda vez que acontece algo comigo, parece que é multiplicado por dez. Me perguntam muitas vezes a mesma coisa e sempre respondo porque sou bom. É algo romano que tenho.”

Com a aposentadoria em mente, Totti disse que conversou com pessoas importantes sobre o que aconteceu com Balotelli, fazendo ele mudar de opinião. Ele também assegurou que a diretoria da Roma esteve do seu lado durante todo o tempo.

Durante a final da Copa da Itália entre Roma e Inter, no último dia 5 de maio, Totti deu um chute por trás em Balotelli e disse que a agressão foi uma reação por um insulto do adversário dirigido à capital italiana e a seus cidadãos.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host