UOL Esporte Futebol
 
20/07/2010 - 12h34

Paulo Paixão rebate críticas à preparação física do Grêmio

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre
  • Segundo preparador Paulo Paixão, lesões musculares acontecem em todos os clubes

    Segundo preparador Paulo Paixão, lesões musculares acontecem em todos os clubes

Questionado pela frequência de lesões musculares nos jogadores, o coordenador da preparação física do Grêmio, Paulo Paixão, rebateu nesta terça as críticas que a área do clube vem recebendo. Para o profissional, o mau momento do Grêmio não pode ser debitado apenas na conta da preparação física.

“Temos que cuidar quando falamos em lesão, porque vem logo a culpa do preparador. A lesão tem vários motivos, vários porquês. Temos que avaliar internamente e chegar a conclusões”, disse Paulo Paixão, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O preparador físico rebateu críticas veiculadas na imprensa de Porto Alegre quanto ao trabalho dos profissionais do Grêmio. “É muito simples escrever que a preparação física fez algo. Não pode ser analisado dessa forma. Eu repetiria tudo aquilo que está sendo feito pelo Ânderson”, afirmou Paulo Paixão, em referência ao seu filho, Ânderson Paixão, que comanda os treinamentos físicos no Grêmio.

A sequência de lesões musculares no Grêmio, que já atingiu jogadores como Borges, Leandro, Maylson, Neuton e Ferdinando, entre outros, gera críticas à preparação física do Grêmio. O clube teria “esticado a corda” no primeiro semestre, chegando ao título do Gauchão e às semifinais da Copa do Brasil. Paulo Paixão discorda.

“A gente tem ouvido muito que o Grêmio acelerou a preparação física. Não tem nada a ver isso. Todos os clubes neste início de temporada tiveram lesões”, completou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host