UOL Esporte Futebol
 
24/07/2010 - 17h43

Evo Morales diz que jamais pensou em intervir no futebol do país

Das agências internacionais
Em La Paz (BOL)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, desmentiu neste sábado uma possível intervenção no futebol nacional, mergulhado em profunda crise, um dia depois que a Fifa alertou com sanções contra a possível interferência governo em assuntos esportivos.

“Eu nunca pensei em intervir, não vamos intervir, mas também temos direito a opinar para que se possa melhorar o futebol boliviano”, disse o presidente Morales durante a inauguração dos jogos esportivos estudantis em uma zona agrícola da Bolívia.

Evo Morales se mostrou, no entanto, decepcionado com a condução do futebol. “Há tanta luta porque alguns dirigentes vivem do esporte e não vivem para o esporte”, declarou o presidente.

Grande apaixonado pelo futebol, Morales falou que “não sabe o que está acontecendo com os dirigentes”. O presidente ainda lamentou que já faz dez anos que equipes bolivianas não passam à segunda fase da Copa Libertadores da América.

A Bolívia se classificou para o Mundial de 1994 nos Estados Unidos, mas terminou em penúltimo nas eliminatórias para a Copa de 2010 e em último para a de 2006, na Alemanha.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host