UOL Esporte Futebol
 
04/08/2010 - 11h31

Juninho diz que chegou a hora de parar e fala em ser treinador

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O meia Juninho Pernambucano frustrou a esperança dos torcedores do Vasco ao admitir nesta quarta-feira que a próxima temporada no Qatar deverá ser a sua última como jogador, e que “chegou o momento de parar”. O jogador revelou o seu desejo de voltar ao Brasil em 2011, mas não falou em defender o time cruzmaltino – seu próximo desafio é ser treinador.

“Acho que esta será a minha última temporada. É difícil se acostumar com a ideia de parar. Mas o momento chegou. Vou voltar para o Brasil para a minha aposentadoria antes de começar uma nova vida. Mas vou continuar no futebol. Quero ser treinador”, afirmou Juninho em entrevista ao site francês RMC.

O herói vascaíno da conquista da Libertadores de 1998 está prestes a começar a sua segunda temporada no Al-Gharafa, atual tricampeão da liga do Qatar. Ele tem contrato com o time árabe até maio de 2011, e depois disso haveria a possibilidade de defender o Vasco por seis meses para se despedir da torcida.

Mas não foi isso que ele indicou na entrevista desta quarta. Juninho deixou claro o seu desejo de pendurar as chuteiras e passar a se dedicar a outra função no futebol. “Eu gosto de futebol ao vivo, ver e analisar. Eu tenho uma ideia para fazer estágio de um ano com treinadores, seja no Brasil ou na Europa”, indicou o jogador.

Depois do Vasco, Juninho passou pelo Lyon, onde foi heptacampeão francês. Falando em sua possível futura profissão, Juninho aproveitou para comentar o desempenho de Brasil e França na Copa do Mundo.

“Quanto ao Brasil, foi normal a mudança de treinador. Ele [Dunga] não tinha uma relação particularmente boa com a imprensa. Foi duramente criticado. Isso complicou a sua tarefa”, avaliou Juninho, que participou do grupo eliminado nas quartas da Copa de 2006.

“Sobre a França, fiquei um pouco desapontado, como qualquer outra pessoa. Eu sempre pensei que esta equipe fosse uma das quatro melhores do mundo. Mas deu errado no campo. O episódio do racha chocou a todos. Os jogadores cometeram erros. Que comece uma nova vida na França, desejo boa sorte ao novo técnico Laurent Blanc”, completou Juninho.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host