UOL Esporte Futebol
 
09/08/2010 - 21h01

Mano confirma três atacantes, mas nega mudança apenas para agradar torcedor

Thales Calipo
Em Nova Jersey (EUA)*

Assim que assumiu a seleção brasileira, Mano Menezes deu sinais de que adotaria um estilo de trabalho bem diferente ao de Dunga. Nesta segunda-feira, ele pôs em prática a nova postura ao confirmar uma equipe ofensiva com três atacantes (Robinho, Neymar e Pato), para enfrentar os Estados Unidos nesta terça, às 21h (horário de Brasília). Mano, no entanto, negou que tenha cedido às pressões populares e até se irritou com a pergunta de um repórter sobre o assunto.

“A escolha é pela crença de que essa maneira de jogar vai nos colocar mais perto da vitória que da derrota. Não quero ser politicamente correto. Sei que o apelo popular é maior para essa linha, mas defini olhando para a maneira de o futebol se portar. O mundo caminha para essa condição, e sei que o Brasil tem todas as condições para ter sucesso”, disse.

Na noite desta segunda-feira, a seleção realizou seu último treinamento no estádio New Meadowlands, em Nova Jersey, antes do amistoso contra os norte-americanos e teve como principal enfoque as atividades com bola parada.

Mano Menezes confirmou o time titular com Victor; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Ramires e Ganso; Robinho, Neymar e Pato.

Deste time, apenas quatro jogadores estiveram na última Copa: Daniel Alves, Thiago Silva, Ramires e Robinho. Apesar disso, Mano negou que irá fazer uma mudança radical na seleção e que pretende apenas mudar a maneira de atuar.

“É importante para nós e para todos que fique claro. O futebol brasileiro sempre teve muita qualidade e não estamos propondo nada novo para esse futebol. Apenas aproveitando esse momento especial com jogadores com características ofensivas que conseguem propor uma maneira de jogar diferente do que se vinha utilizando”, disse.

No domingo, o técnico gaúcho dirigiu seu primeiro treino como comandante do combinado nacional e testou o time com uma formação um pouco diferente: utilizou os santistas Ganso e Neymar entre os titulares, além de Robinho, e deixou Alexandre Pato, do Milan, na reserva.

*Atualizado às 22h23

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host