UOL Esporte Futebol
 
10/08/2010 - 18h34

Novo capitão santista, Dracena cobra jogadores e não teme queda sem Robinho

João Henrique Marques
Em Santos (SP)

Edu Dracena falou grosso na tarde desta terça-feira, no CT Rei Pelé. O novo capitão santista não admite ver o time cair de rendimento após as conquistas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. Para o zagueiro, mesmo com a saída de Robinho, a equipe tem a obrigação de lutar pelos títulos da Copa Sul-Americana e do Campeonato Brasileiro.

Jogador de confiança de Dorival Júnior, o defensor já conversou pessoalmente com os companheiros. A mensagem passada foi para que o time procure não desanimar.

“Já comentei isso com todo mundo. Precisamos pensar intensamente nas duas competições. Aqui todos só podem pensar em título. De maneira alguma vamos baixar a guarda”, destacou Dracena.

Nesta quinta-feira, às 21h50, no Pacaembu, o Santos faz contra o Avaí, na estreia da Sul-Americana, a primeira partida desde a saída de Robinho.

“Não podemos lamentar a saída dele (Robinho). Quando ele chegou aqui, a equipe já estava entrosada e quando foi para a Copa do Mundo também fizemos boas exibições. Temos peças de reposição para suprir a ausência do Robinho”, destacou o jogador que herdou a faixa de capitão do Rei das pedaladas.

Dracena se preocupa em valorizar a defesa santista. Com um ataque avassalador no primeiro semestre, os quatro jogadores do sistema ofensivo, Ganso, Neymar, Robinho e André, foram convocados por Mano Menezes para a seleção brasileira.

“O Mano tem que olhar o time todo. Valorizar a equipe que está ganhando títulos. Isso aconteceu pelo trabalho realizado por todos, não só o ataque. Qualquer jogador do Santos vai corresponder na seleção”, garantiu Dracena.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host