UOL Esporte Futebol
 
17/08/2010 - 16h10

Com cinco laterais-esquerdos, Grêmio abre a possibilidade de saída de Uendel

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre
  • Uendel mal jogou e já está cotado para ser emprestado pelo Grêmio

    Uendel mal jogou e já está cotado para ser emprestado pelo Grêmio

Com a contratação de Gilson, o Grêmio chega a cinco laterais-esquerdos no elenco. A profusão de opções para a função faz a direção buscar se desligar do menos aproveitado: Uendel. Descartando rescisão, os dirigentes abrem a possibilidade de emprestar o ex-jogador do Avaí, que tem contrato até 2013.

"Não vamos mandar ninguém embora. Mas o Grêmio não se opõem que cada atleta que não está contente siga o seu caminho", disse Rui Costa, assessor de futebol gremista.

Uendel sequer estreou pelo time tricolor. Quando chegou a Porto Alegre, o jogador estava com uma contratura muscular. Depois da recuperação, ele entrou em um jogo da Copa da Hora, porém acabou sentindo novamente.

"É um jogador que não está atuando e pode sair. Não vamos, repito, nos opor a nada. Mas está descartada a saída como foi a do Rodrigo", explicou o cartola.

Se conseguir emprestar Uendel, o Grêmio estará se desfazendo do quarto lateral-esquerdo e ficará com outros quatro no elenco. Bruno Collaço, na Ponte Preta, Hélder, no Figueirense e Anderson Pico, no Brasiliense ainda pertencem ao Grêmio e estão em outros clubes. No elenco atual estão disponíveis: Neuton, Lúcio, Fábio Santos e, agora, Gilson.

A assessoria de imprensa do Grêmio informou nesta terça-feira que Gilson não será apresentado. O jogador precisa assinar contrato, algo que só poderá fazer na quarta. Com a delegação em Fortaleza, para o jogo contra o Ceará, no sábado, somente na próxima semana haverá o protocolo para o ex-jogador do Paraná. Vilson, ex-Vitória, será o único a vestir a camisa do Grêmio pela primeira vez nesta tarde.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host