UOL Esporte Futebol
 
Josep Lagp/AFP

Ronaldinho foi aplaudido pela torcida do Barcelona em amistoso contra o Milan

25/08/2010 - 16h56

Em dia de homenagens a Ronaldinho, Barcelona vence Milan nos pênaltis

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Ronaldinho recebeu uma bela homenagem em seu reencontro com o Camp Nou. Nesta quarta-feira, o meia foi aplaudido de pé pelos torcedores do Barcelona, que lembraram com carinho da passagem do brasileiro pelo clube. No entanto, a festa para o camisa 80 do Milan não foi completa: na disputa do troféu Joan Gamper, o clube italiano perdeu por 3 a 1 nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. No entanto, uma surpresa ficou para o fim: a taça do torneio foi entregue "de presente" a Ronaldinho.

DESTAQUES DA PARTIDA NO CAMP NOU

  • Josep Lago/AFP

    Ronaldinho posa ao lado de jogadores do Barcelona

  • Manu Fernandez/AP

    Adriano (e) disputa jogada com Ronaldinho

  • Josep Lago/AFP

    Brasileiro agradece torcida ao ser substituído

Na entrada em campo, Ronaldinho foi ovacionado pela torcida do Barcelona, que acenou para os cerca de 80 mil torcedores presentes no Camp Nou. Antes do início da partida, o brasileiro recebeu várias manifestações de carinho. No aquecimento, ele deu uma volta olímpica, recebeu aplausos e teve seu nome gritado pela torcida.

Ronaldinho foi o último jogador do Milan a ir para o gramado. Manuel Vic, locutor oficial do Camp Nou, apresentou o jogador: “A magia brasileira, o estandarte do jogo bonito, a quem devemos nossa gratidão: Ronaldinho”. Em seguida, um vídeo mostrou os melhores momentos do meia no time espanhol (no final, foi exibida a mensagem “Muito obrigado Ronaldinho” no idioma catalão). Além disso, o brasileiro foi convidado para tirar fotos ao lado dos jogadores do Barcelona.

Os torcedores do Barça também homenagearam os oito jogadores do clube que ajudaram a Espanha a conquistar a Copa do Mundo. Pedro, Xavi, Iniesta, Piqué, Valdés, Villa, Puyol e Busquets foram aplaudidos quando entraram no gramado.

O jogo também teve outro atrativo. O atacante Zlatan Ibrahimovic foi um dos titulares do Barcelona escalados pelo treinador Josep Guardiola. Nesta semana, o Milan manifestou oficialmente seu interesse em contratar o jogador sueco. Curiosamente, Ibra foi o único jogador que não aplaudiu o técnico antes da partida. Messi começou no banco de reservas.

O jogo

Em campo, o Barcelona iniciou melhor, mas sem a profundidade necessária para incomodar a defesa do Milan. A equipe italiana tentava levar perigo com algumas jogadas de efeito de Ronaldinho, sem tanto sucesso. Como as duas equipes não forçaram o ritmo, a primeira oportunidade só saiu aos 24min, a favor dos donos da casa. Em um cruzamento de Adriano pela esquerda, Villa desviou por cima.

O Barcelona foi às redes três minutos depois. Em outro cruzamento de Adriano, Ibrahimovic se esticou todo para desviar; porém, o atacante estava impedido e o gol foi anulado. Com dificuldades para sair de seu campo defensivo, o Milan viu Iniesta arriscar de fora da área aos 29min; Amelia defendeu.

Para a segunda etapa, Guardiola fez três mudanças e promoveu as entradas de Daniel Alves, Thiago e Bojan nos lugares de Maxwell, Abidal e Ibrahimovic. Demorou pouco mais de um minuto para o time da casa marcar. Adriano recebeu na esquerda, livrou-se da marcação de Abate e cruzou rasteiro; David Villa se antecipou à marcação de Thiago Silva e desviou para as redes.

A pressão do Barcelona continuou, diante de um Milan sem reação. Aos 7min, Daniel Alves cruzou da direita, Bojan cabeceou e Amelia evitou o segundo. Com a vantagem no placar, o time da casa relaxou e permitiu ao clube italiano criar algumas chances. Ronaldinho, porém, teve uma atuação discreta.

E A TAÇA VAI PARA...

  • Mesmo com a vitória do Barcelona nos pênaltis, troféu Joan Gamper foi entregue para Ronaldinho

Aos 17min, Guardiola fez várias mudanças na equipe – uma delas foi a entrada de Messi. Quando o Barcelona parecia ter o controle da partida, levou um golpe aos 22min. Seedorf fez um lançamento longo para Inzaghi; com estilo, o atacante pegou de primeira e marcou um golaço. O goleiro Roma salvou o Milan de levar o segundo aos 26min, ao fazer uma defesa difícil em conclusão de Thiago.

Ronaldinho, até então apagado, tornou-se novamente o centro das atenções aos 31min. Ao ser substituído por Merkel, ele deixou o campo aplaudido pelos torcedores. Em retribuição ao carinho recebido, o brasileiro exibiu uma camiseta na qual manifestava sua afeição pelo clube espanhol.

O Barcelona pressionou em busca do segundo gol e voltou a encurralar os rivais. Roma fez outra bela defesa aos 32min, em chute cruzado de Pedro. Daniel Alvez cruzou da direita aos 41min, Messi cabeceou e o goleiro do Milan pegou. Nos acréscimos, Messi cobrou falta e Roma espalmou.

Com o empate, a partida foi decidida nos pênaltis. O Barcelona levou a melhor e ganhou por 3 a 1, ficando com a taça do torneio amistoso. O goleiro Pinto foi o destaque ao defender três cobranças - em uma delas, Pirlo tentou a "cavadinha", mas o arqueiro ficou no meio do gol e pegou sem dificuldades.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host