UOL Esporte Futebol
 
21/12/2010 - 06h00

Fla luta em silêncio para ter Ronaldinho; diretoria crê em vantagem do Grêmio

Vinicius Castro
No Rio de Janeiro

A história não é nova. Na verdade, existe mesmo antes da posse da presidente Patricia Amorim. O desejo de Ronaldinho Gaúcho em retornar ao Brasil, e do Flamengo em contar com o seu futebol ganhou novo capítulo na última semana. O Rubro-Negro formalizou o projeto para ter o meia do Milan-ITA e comunicou a Assis, irmão e empresário do craque, que chega ao Rio de Janeiro nesta terça-feira.

  • Olivier Mori/AFP

    Flamengo nutre esperanças de contar com o meia Ronaldinho Gaúcho em 2011; projeto está pronto

Em silêncio, a diretoria e o departamento de marketing do clube articularam uma parceria com a Traffic para bancar o salário milionário do astro. Toda uma engenharia para a exploração e valorização da sua imagem foi finalizada. O projeto final agradou Assis. Nele, Ronaldinho teria ganhos de R$ 1,5 milhão por mês, sendo 75% divididos entre clube e Traffic, com os outros 25% sendo capitalizados através da imagem do jogador.

Para os dirigentes, a proposta supera qualquer outra realizada por Grêmio e Palmeiras, concorrentes diretos na briga pelo meia. Ronaldinho tentará a liberação do Milan-ITA no início de janeiro. A proposta do Flamengo engloba um contrato de 30 meses com possibilidade de extensão até a Copa do Mundo de 2014.

Entretanto, o UOL Esporte apurou que o maior empecilho para o acerto com o Rubro-Negro está na vontade de Assis e no lado emocional de Ronaldinho Gaúcho. Apesar do projeto “amarrado”, a diretoria rubro-negra crê que a vantagem em contar com o jogador está com o Grêmio.

O FLAMENGO NO TWITTER

A vontade de Ronaldinho é ficar em Porto Alegre, próximo da família. Na cabeça de Assis, jogar no Grêmio será o ideal para o irmão reatar os laços com o clube que o lançou, além da possibilidade de disputar uma Libertadores, o que daria ainda maior exposição para um retorno ao futebol brasileiro.

Assis também teme uma possível falta de blindagem do Flamengo com o jogador, fato semelhante ao que aconteceu nas inúmeras polêmicas em que o atacante Adriano se envolveu em recente passagem pelo clube.

No momento, a missão rubro-negra é mostrar para o meia e seu irmão que jogar no Rio de Janeiro é vantajoso em diversos aspectos, e que o Flamengo tem condições de ser a casa perfeita para a sua volta ao Brasil. A aposta dos dirigentes para vencer o duelo? A dimensão da marca Flamengo e todos os adicionais de receitas de marketing que uma contratação deste porte poderia trazer aos cofres do clube dando ainda maiores rendimentos ao atleta com o passar das marcas estipuladas em contrato.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host