UOL Esporte Futebol
 
26/12/2010 - 12h09

Ronaldinho abre mão de dinheiro para voltar ao Grêmio, diz dirigente

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre
  • Com família e negócios em Porto Alegre, Ronaldinho quer reconciliação com o Grêmio

    Com família e negócios em Porto Alegre, Ronaldinho quer reconciliação com o Grêmio

O retorno de Ronaldinho Gaúcho ao Grêmio tem caráter pessoal e o jogador estaria abrindo mão de propostas mais vantajosas financeiramente. É por isso que a direção acredita que o Grêmio não tem concorrentes no Brasil na disputa pela contratação do craque do Milan.

Em 2001, Ronaldinho Gaúcho trocou o Grêmio pelo Paris Saint-German de forma litigiosa, não deixando recursos para o clube que o revelou. O empresário e irmão do jogador, Roberto de Assis Moreira, chegou a inscrever seu filho nas categorias de base do rival Inter anos depois. A volta de Ronaldinho ao Grêmio seria uma forma de reatar laços com o clube.

“O Assis tem sido uma pessoa incrível nas negociações. Ele é um grande gremista e sofre também ter tido esse problema com o Grêmio. Ele tem muito respeito pelo Grêmio e tem sido muito leal nas negociações”, afirmou neste domingo o assessor de futebol do Grêmio, César Cidade Dias.

“O Assis está abrindo mão de muita coisa para vir para o Grêmio. Eles querem vir, o que não quer dizer que vão conseguir. Eles estão sendo muito gremistas e precisamos respeitar”, destacou o dirigente, em entrevista à Rádio Gaúcha.

O Grêmio acredita que poderá anunciar a contratação no início de janeiro. Ronaldinho Gaúcho nem entraria na folha de pagamento do futebol, ficando vinculado a ações de marketing do clube. Mas dinheiro, neste caso, não seria o mais importante, aposta o dirigente.

“Existem propostas imbatíveis pelo Ronaldinho. Só estamos perto pelo interesse dele em voltar ao Grêmio. Ele quer muito voltar e toda sua família também”, completou César Cidade Dias.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host