UOL Esporte Futebol
 
28/12/2010 - 14h45

Demitido, Kleiton Lima vê falhas no projeto e teme por fim das 'Sereias'

João Henrique Marques
Em Santos (SP)
  • Kleiton é o treinador da seleção brasileira feminina. Ele foi demitido do Santos na semana passada

    Kleiton é o treinador da seleção brasileira feminina. Ele foi demitido do Santos na semana passada

Kleiton Lima concedeu a primeira entrevista como ex-treinador das "Sereias da Vila" na tarde desta terça-feira, em um hotel na cidade de Santos. O técnico da seleção brasileira feminina não escondeu a insatisfação com a condução do projeto idealizado por ele mesmo no clube, e sem estar no comando teme pela extinção do mesmo.


O alvinegro ainda não dispõe de recursos suficientes para seguir com a forte equipe montada nos últimos anos em 2011. Diversas jogadoras não possuem contrato para a próxima temporada, e o interesse do próprio treinador é levar a maioria para o seu projeto futuro, em outra agremiação.

“Sei que o Santos ainda não tem patrocínio para o futebol feminino em 2011, e o problema é que as atletas precisam de segurança. Achei que nós já tínhamos passados dessa fase das dificuldades. O projeto não avançou, nós regredimos. Estou preocupado com o futuro das Sereias”, disse Kleiton.  

“Se tiver oportunidade de oferecer algo bom, melhor que o do Santos, com certeza vou levar algumas meninas”, complementou.

A alegação do Santos para a demissão se deve ao fato de o treinador também comandar a seleção brasileira, cargo que ocupa desde 2008.

“O Santos quer montar uma comissão técnica com o foco exclusivo no clube. Entendemos que o Kleiton está em um momento na carreira, que com o Mundial e o Pan-Americano precisa estar com o foco na seleção”, disse o diretor de futebol feminino do Santos, Murilo Barleta.

“Fico triste pois um projeto planejado não se tornou realidade. Algumas situações desagradaram e acabou sendo um final triste. Estou surpreso. Vou seguir meu trabalho na seleção”, disse Kleiton.

O ex-treinador santista teve dificuldades para especificar os problemas enfrentados no clube. No entanto, a religiosidade foi apontada como um ponto de discordância entre ele e os dirigentes.

“Nunca neguei que sou cristão. Só que eu fazia coisas como orar antes do treinos, exibir vídeos  motivacionais com histórias bíblicas, e os diretores achavam desagradável”, comentou.

Kleiton Lima começou o projeto de futebol feminino do Santos em 97. Sob o seu comando as “Sereias da Vila” conquistaram diversos títulos, com destaque para o bicampeonato da Libertadores, em 2009 e 2010.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host