UOL Esporte Futebol
 
Marcelo Sadio/ site oficial do Vasco

Bernardo, Fernando Prass e Dedé foram os modelos da apresentação do novo uniforme

24/03/2011 - 12h18

Vasco lança nova camisa e promove debate sobre racismo no futebol

Pedro Ivo Almeida
No Rio de Janeiro

Buscando inspiração na sua luta histórica contra o racismo, uma das maiores vitórias da centenária história do clube, o Vasco lançou, nesta quinta-feira, em sua sede náutica, na Lagoa, zona sul da cidade, a sua nova terceira camisa. Toda preta e com os dizeres "Respeito, Igualdade, Democracia e Inclusão" estampados na altura do peito e na gola da camisa, o novo uniforme vascaíno resgata a tradição social do clube de São Januário.

LANÇAMENTO DA NOVA CAMISA VASCAÍNA

  • Marcelo Sadio/ Site oficial do Vasco

    Dinamite (d) recebe o ex-ministro da igualdade racial, Elói Ferreira, no debate sobre o racismo

  • Marcelo Sadio/ Site oficial do Vasco

    Os dizeres "Respeito, Igualdade, Democracia e Inclusão" resgatam a luta contra o racismo

Acostumados a desfilar os talentos nos gramados, Fernando Prass, Dedé e Bernardo vivenciaram uma nova experiência, desfilaram na passarela montada para o desfile dos novos uniformes e foram os modelos da apresentação.

Além da homenagem aos "Camisas Negras" (como eram conhecidos os jogadores da época), a nova camisa tem o seu lado moderno. Composta por uma mistura de tecidos que mistura fibras naturais do algodão a nova roupa promete mais performance, leveza, conforto, rápida absorção, além do transporte e secagem do suor aos jogadores.

Lembrando a resposta histórica do Vasco contra a segregação social e racial sofrida pelo clube no início da década de 20, o presidente Roberto Dinamite destacou a importância do ato vascaíno na história do futebol mundial. Segundo o mandatário, o esporte não teria conhecido grandes craques como Pelé, Didi, Garrincha, Barbosa, entre outros.

"Fico muito feliz em poder lançar uma camisa com tamanho significado histórico, esse era o nosso objetivo. Esta luta contra o racismo foi um capítulo mais que fundamental na história do Vasco e, principalmente, do futebol. Sem esta liberação aos negros, não teríamos o surgimento de gênios como Pelé, Didi, Garrincha, Barbosa e tantos outros. É o Vasco, mais uma vez, mostrando a sua grandeza", declarou o mandatário cruzmaltino.

Além do desfile dos jogadores com a nova camisa, também foi realizado um simpósio onde foi discutido a questão do racismo no futebol. Com a presença de artistas, políticos e intelectuais, os debatadores discutiram a importância do Vasco na luta histórica, além do desdobramento do preconceito racial, presente até hoje nos estádios de todo o mundo.

A estreia da nova camisa está marcada para o próximo dia 3 de abril, na partida contra o Bangu, em São Januário, pela sexta rodada da Taça Rio, onde o Vasco é o líder do grupo A, com nove pontos.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host