UOL Esporte Futebol
 
Pablo Rey/UOL

SP acusa defesa do Santa Cruz de excesso de violência e quer atenção de CBF e FPF

02/04/2011 - 07h00

São Paulo relata pancadaria no Recife e elege arbitragem como maior vilã no ano

Bruno Thadeu
Em São Paulo

O São Paulo aponta a arbitragem como seu maior obstáculo na temporada. Diretoria e jogadores têm manifestado revolta com a postura dos juízes nos jogos pelo Paulistão e Copa do Brasil. A última queixa ocorreu na derrota contra o Santa Cruz, 1 a 0, no Recife, em que a arbitragem teria permitido pancadaria por parte do clube nordestino.

Antes disso, o clube do Morumbi já havia acionado a Federação Paulista de Futebol (FPF) por duas vezes, uma delas antes do clássico contra o Corinthians, em Barueri, quando se considerou “perseguido” pelos juízes. Foram enviados à FPF dossiês com vídeos editados dos supostos erros.

Apesar de enfrentar o Mirassol, domingo, às 16h, em Barueri, o foco do São Paulo está voltado para quarta-feira, quando encara o Santa Cruz, no jogo de volta pela Copa do Brasil. Empate elimina o time paulista da competição de mata-mata.

“Espero só que a arbitragem seja digna do futebol. O Lucas foi caçado em campo [contra o Santa Cruz]. O aprendizado é importante para ele. Têm marcações severas, mas ali foi pancadaria. A arbitragem deixou muito a desejar. Talvez porque estivesse apitando local. Deixou o jogo correr”, reclamou o técnico Paulo César Carpegiani, na sexta.

O São Paulo não pretende acionar a CBF para pedir atenção na escolha da arbitragem para o jogo da Copa do Brasil.

GOLEIRO RESERVA DO SP AGUARDA BICOS COMO MODELO E ADEUS DE CENI

  • Vipcomm

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host