Topo

Esporte


Direção do Santos critica Marcelo Teixeira em êxito no bloqueio de contas do clube

Fernando Santos/Folha Imagem
Marcelo Teixeira, ex-presidente do Santos, luta na Justiça para reaver R$ 13 milhões Imagem: Fernando Santos/Folha Imagem

Bruno Freitas

Em São Paulo

2011-08-10T07:00:00

10/08/2011 07h00

Comunicada na terça-feira de que as contas do clube estavam bloqueadas em razão de uma ação na Justiça do ex-presidente Marcelo Teixeira, a direção do Santos corre para reverter o efeito através de um efeito suspensivo.

Na noite de terça, durante um evento em São Paulo em que representava oficialmente o atual presidente Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro, o diretor de futebol Pedro Luiz Nunes criticou a postura de Teixeira contra o clube.

MARCELO TEIXEIRA FALA

Blog do Juca publica comunicado do ex-presidente sobre o caso: "Não quero prejudicar o Santos"

"É de se lamentar, principalmente vindo de uma pessoa que diz amar tanto o Santos. Mas nosso departamento jurídico está trabalhando full time para resolver o quanto antes esta questão", afirmou o diretor santista.

Na ação, o ex-presidente do clube cobra R$ 13 milhões do Santos referentes à pendência bancária do clube com o Banco Safra, que executou os avalistas Marcelo Teixeira e a sua irmã.

Em 2010, Teixeira havia conseguido na Justiça a penhora do CT Meninos da Vila, que serve as categorias de base do clube. Mas, depois de manobra dos advogados do ex-presidente, o Tribunal de Justiça modificou a penhora do imóvel por ativos financeiros.

Apesar do status de contas bloqueadas, a direção do Santos diz que o clube pode movimentar suas finanças, pois o procedimento será válido somente quando o processo terminar.

Esta disputa que já se desenrola nos tribunais deverá migrar para o pleito presidencial do Santos no fim do ano. O ex-presidente Marcelo Teixeira é um nome esperado para encabeçar a chapa de oposição que deve enfrentar Luis Àlvaro em sua tentativa de reeleição.

Mais Esporte