Topo

Esporte


Celso Roth confirma que não permanece no Grêmio em 2012 por decisão pessoal

Edu Andrade/Agência Freelancer
Celso Roth irá comandar o Grêmio no clássico do domingo e depois deixará o clube Imagem: Edu Andrade/Agência Freelancer

Marinho Saldanha

Em Porto Alegre

2011-11-29T17:51:16

29/11/2011 17h51

O técnico Celso Roth fez o esperado. Nesta terça-feira ele comunicou que não irá permanecer no Grêmio em 2012. O treinador disse que uma decisão pessoal motivou tal situação. Assim, ele comandará o Grêmio no duelo com o Internacional, mas não seguirá no clube para próxima temporada.

"Antes de qualquer pergunta vou fazer um comunicado. Quero comunicar que vou cumprir meu contrato que vai até 31 de dezembro de 2011. E quero dizer que não continuarei no ano que vem. É uma decisão que foi tomada por mim em conjunto com a direção. Estou comunicando disso. Não tivemos reunião. Só meu procurador, que a posição já estava tomada. Quero agradecer a torcida do Grêmio pela receptividade, a direção pela chance e o grupo. É uma decisão minha, pessoal e profissional. Estou colocando publicamente porque tínhamos que, depois de um determinado tempo, minha intenção era comunicar depois do campeonato. Mas em comum acordo achamos melhor antes. Para que passássemos a pensar diretamente no clássico", disse Celso Roth.

Pela manhã, o Blog do Perrone havia informado o que aconteceria. O empresário Jorge Machado confirmou que Celso iria definir seu futuro na entrevista coletiva desta tarde. Ambas as coisas se confirmaram e o treinador não permanecerá em 2012. No entanto, o clássico Gre-Nal ainda contará com ele no comando. O treinamento desta terça não foi o último, mas teve pouca participação dele. A torcida, por sua vez, o apoiou.

"Sempre fui apoiado. Agradeço a todos que sempre estiveram conosco. Estive com o Paulo Pelaipe nesta manhã. Não tenho nem um pouco esta situação de isolamento. A saída é tranquila. Estou comunicando vocês. Poderia ter renovado há muito tempo. Mas conhecemos a aldeia, principalmente o pessoal que opina e sempre está junto conosco trabalhando. Agora estamos colocando para garantir o foco no final de semana", explicou.

Em agosto, Celso Roth chegou ao Grêmio com o time ameaçado de rebaixamento. Em pouco tempo mudou o quadro e quase colocou a equipe na zona de classificação para Libertadores. Quando os objetivos não puderam mais ser alcançados, o rendimento caiu drasticamente. Ao todo foram: 24 jogos, com 10 vitórias, 4 empates e 10 derrotas, aproveitamento de 47%.

"Meu procurador sentou com a direção e houve interesse mútuo de não continuar o trabalho. Fomos contratados para um determinado momento, e fiquei muito feliz por tudo que ocorreu. O objetivo foi alcançado", explicou.

GATAS DO BRASILEIRO

Todos os jogos:
Gata do Internacional
Gata do Grêmio
Gata do Internacional
Gata do Grêmio

O retrospecto recente mudou a ideia inicial gremista de permanecer com o técnico. No mês de novembro foram 5 jogos, com 3 derrotas e 2 empates, aproveitamento de 13,3%. A torcida cobra muito e vaia Roth constantemente nos últimos jogos. A última partida do comandante na equipe será o clássico Gre-Nal de domingo, ás 17h (horário de Brasília), no Beira-Rio. Curiosamente, o clássico já havia encerrado a passagem anterior do comandante de campo pela equipe do Olímpico, em 2009.

"Não poderíamos esperar o clássico para decidir. Houve muita pressão nas últimas partidas. Achamos por bem antecipar isso, acabar com as especulações", falou. "Muitas coisas foram expostas, mas não vem ao caso. Temos uma relação direta, aberta e franca com a direção. O presidente colocou a posição dele, e ele pode dizer qualquer coisa. O funcionário é subordinado, não me importei com tudo que foi dito", acrescentou.

Vanderlei Luxemburgo é o preferido para comandar o Grêmio em 2012, ano em que o clube se despede do estádio Olímpico e inaugura a Arena. No entanto, o contrato até dezembro de 2012 com o Flamengo, com multa rescisória retroativa aos meses que falta de contrato, ou seja, R$ 9,1 milhões, e R$ 700 mil mensais afastam inicialmente qualquer possibilidade. Caio Jr, ex-Botafogo, é uma das opções encontradas no mercado.


 

Mais Esporte