UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/12/27/campeao-mundial-com-o-sao-paulo-ex-atacante-cate-morre-em-acidente-de-carro-no-rs.htm
  • Campeão mundial com o São Paulo, ex-atacante Catê morre em acidente de carro no RS
  • 12/12/2018
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Catê, ex-jogador do São Paulo, atuava como atacante no começo da década de 90

Catê, ex-jogador do São Paulo, atuava como atacante no começo da década de 90

27/12/2011 - 14h34

Campeão mundial com o São Paulo, ex-atacante Catê morre em acidente de carro no RS

Gustavo Franceschini e Vinicius Segalla
Em São Paulo

O ex-atacante Catê, de 38 anos, campeão do mundo em 1992 com o São Paulo, morreu na manhã desta terça-feira após um acidente de carro na estrada ERS 122, perto do município de Antônio Prado, no Rio Grande do Sul. A informação foi confirmada pelo corpo de Bombeiros Voluntários da cidade, que foi chamado para atender o acidente, e pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul. 

Segundo Paulo Agostini, presidente do Corpo de Bombeiros de Ipê, o ex-atleta estava sozinho em seu Fiat Uno Mille no sentido Rio Grande do Sul quando chocou-se contra um caminhão que vinha no sentido oposto, por volta das 10h desta terça-feira. Catê morreu na hora e sequer chegou a ser atendido em um hospital da região, sendo levado direto para o Instituto Médico Legal (IML) de Caxias do Sul.

De acordo com a Brigada Militar, as causas e circunstâncias do acidente ainda precisam ser apuradas, mas, de início, a hipótese mais provável é a de que o ex-jogador teria perdido o controle do veículo durante forte chuva e invadido a pista contrária, colidindo frontalmente com um caminhão. O motorista do caminhão passa bem e não ficou ferido.

Nascido em Cruz Alta-RS, Catê foi reconhecido pelos bombeiros que o atenderam e informaram a morte à família. Segundo o motorista do caminhão, que não sofreu nenhuma escoriação, o Uno invadiu a pista contrária antes do acidente. 

Além da passagem vitoriosa pelo São Paulo, Catê também defendeu ao longo da carreira clubes como Grêmio, Flamengo, Cruzeiro, Universidad Católica, do Chile, e Sampdoria, da Itália, entre outros.

Ex-companheiros de Catê e outros jogadores que atuaram contra o jogador lamentaram a morte prematura do ex-atacante. "Recebi noticia do falecimento do atleta Catê com muita tristeza. Companheiro de clube no SPFC e campeão mundial foi um grande amigo.Triste", disse o ex-goleiro Zetti, em sua conta no Twitter.

"Acabei de ficar sabendo. Muito triste", escreveu o ex-atacante e hoje comentarista Caio Ribeiro. "Meus pêsames à família do Catê. Um menino muito legal", afirmou o ex-goleiro do Corinthians Ronaldo.

Imagens do acidente envolvendo Catê feitas por um cinegrafista amador

O São Paulo Futebol Clube publicou nesta tarde, em seu site oficial, uma nota de pesar pela morte de Catê:

"É com profundo pesar que o São Paulo FC recebeu a notícia do falecimento do ex-jogador Catê, atleta do clube entre 1991 e 1997 e Campeão Mundial com o Tricolor em 1992. O jogador foi vítima de um acidente de automóvel na manhã desta terça-feira (27), na rodovia ERS 122, em Ipê, RS.

Marcos Antônio Lemos Tozzi nasceu em Cruz Alta (RS) no dia 7 de novembro de 1973. Catê disputou 136 jogos pelo São Paulo, contabilizando 56 vitórias, 40 empates, 40 derrotas, além de ter marcado 23 gols.

No Tricolor, Catê conquistou o Paulista, a Libertadores e o Mundial em 1992, além da Libertadores e da Recopa do ano seguinte. Em 1994, venceu a Copa Conmebol na equipe chamada de "Expressinho".

O jogador voltou ao clube em 1995, no qual atuou durante todo o ano. Também jogou pelo Cruzeiro (1994), Universidad Católica (1996-1997), Sampdoria (1998-1999 e 2000), Flamengo (2000), Esportivo (2006) e Brusque (2008)."

Placar UOL no iPhone