Topo

Futebol


Palmeiras compra Henrique do Barcelona e renova com zagueiro por cinco anos

Edson Silva/Folhapress
Empréstimo de Henrique acabaria em junho, mas Palmeiras fez a compra junto ao Barça Imagem: Edson Silva/Folhapress

Carlos Padeiro

Do UOL, em São Paulo

2012-03-24T16:45:59

24/03/2012 16h45

O Palmeiras se antecipou ao término do período de empréstimo do zagueiro Henrique e adquiriu em definitivo os direitos econômicos do atleta, que pertenciam ao Barcelona.

REFORÇOS DE PALMEIRAS E CORINTHIANS

  • Arte UOL

    O dérbi paulistano deste domingo, às 16 h, no Pacaembu, colocará frente a frente duas equipes que, juntas, contrataram 13 jogadores para a temporada. O Corinthians é o atual campeão brasileiro, enquanto o Palmeiras deixou a desejar em 2011. Assim, era de se esperar que o Verdão ‘entrasse de cabeça’ no mercado, só que foi o rival do Parque São Jorge quem mais adquiriu atletas.

    O Palmeiras deu a Felipão cinco reforços e deve anunciar em breve a chegada de Wesley. As escolhas foram pontuais e fizeram diferença no time, invicto há 22 jogos. No Timão, o 'pacotão' foi mais volumoso. Tite recebeu oito contratações, mas ninguém conquistou um lugar na equipe.

Henrique, que a princípio ficaria até junho no Palestra Itália, assinará nos próximos dias um novo contrato com validade de cinco anos.

O vice-presidente de futebol Roberto Frizzo confirmou o êxito nas negociações com o Barça, porém não quis revelar os valores. “O importante foi a compra. O contrato com o jogador também já está definido por cinco anos. São coisas feitas em conjunto, ninguém vai comprar alguém sem acertar o contrato antes”, declarou o cartola, na tarde deste sábado.

O atleta de 25 anos chegou ao Palestra Itália em 2008, depois de se destacar no Coritiba. Campeão paulista no time comandado por Vanderlei Luxemburgo, foi vendido ao clube catalão, onde não foi aproveitado. Acabou emprestado ao Bayer Leverkusen, da Alemanha, e depois ao Racing Santander, da Espanha, antes de retornar ao Verdão na temporada passada.

Em dezembro, o empresário do beque conversou com o Grêmio para pressionar o Palmeiras a resolver o futuro do jogador antes do fim do empréstimo. A diretoria alviverde não quis tratar do assunto na ocasião, mas três meses depois realizou a compra. 

Mais Futebol