UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/04/09/ct-fica-mais-uma-vez-na-promessa-e-fluminense-da-novo-banho-de-loja-em-xerem.htm
  • CT fica mais uma vez na promessa e Fluminense dá novo 'banho de loja' em Xerém
  • 21/01/2019
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
A fachada do CT Vale das Laranjeiras, em Xerém, que passou por mais uma reforma

A fachada do CT Vale das Laranjeiras, em Xerém, que passou por mais uma reforma

09/04/2012 - 06h01

CT fica mais uma vez na promessa e Fluminense dá novo 'banho de loja' em Xerém

Caio Barbosa
Do UOL, no Rio de Janeiro

Tema mais delicado da gestão Peter Siemsen, tratado com muitas reservas desde a saída do técnico Muricy Ramalho, o prometido Centro de Treinamento do Fluminense está longe de sair do papel. Na última sexta-feira, o diretor executivo Rodrigo Caetano demonstrou um certo abatimento ao abordar o assunto, que está sob responsabilidade direta do mandatário tricolor. Sem uma definição sobre o tema, a diretoria aposta em um 'banho de loja' em Xerém para amenizar a dificuldade em encontrar um terreno para colocar o projeto em prática.

  • Nelson Perez / FFC

    Rodrigo Caetano já tem o projeto do CT em mãos, mas compra do terreno ficou apenas na promessa

“A parte que me cabe, do projeto, do que tem ou não de ser feito, está tudo muito bem encaminhado. E nem é a questão arquitetônica, mas do que deve ou não ser feito, do maquinário, quantidade de campos de treinamento, vestiários e coisas do gênero. Isto está tudo muito bem. Já a questão da aquisição de terreno, onde vai ser, como vai ser, não está sempre tratada por mim. Isto é com a cúpula e, infelizmente, não tenho novidades. Não sei quando vai acontecer”, disse Caetano.

A necessidade de aquisição ou construção de um CT está na pauta da presidência do Fluminense bem antes da eleição de Peter Siemsen. Na gestão Silvio Kelly, no início da década de 80, o tema já era abordado pelos tricolores, mas nunca saiu efetivamente do papel. Em 1983, o clube inaugurou o atual CT das divisões de base, em Xerém, numa estrutura modestíssima, que dispunha apenas de um campo de treino e nada mais. Apesar disso, o time que sagrou-se campeão brasileiro em 1984 chegou a realizar alguns treinamentos no local.

Pouco mais de uma década depois, em 1995, na gestão Arnaldo Santhiago, o clube reinaugurou o CT de Xerém com novos equipamentos e a promessa de levar para lá, a curto prazo, o departamento de futebol profissional. A promessa caiu no esquecimento, como veio a acontecer nas duas últimas gestões, de David Fischel e Roberto Horcades.

Apesar dos investimentos no local no início das duas gestões, o CT nunca chegou ao nível de excelência prometido. Na gestão Horcades, o então presidente garantiu que todo o futebol do clube “dormiria em Laranjeiras no dia 31 de dezembro de 2006 e acordaria em Xerém em 1º de janeiro de 2007”. O Fluminense, no entanto, continua dormindo e acordando na precária estrutura das Laranjeiras até hoje.

  • Nelson Perez / FFC

    Abel levará apenas os jogadores reservas para a reinauguração do Centro de Treinamento de Xerém

Em julho de 2010, quando recusou dirigir a seleção brasileira alegando ter sido impedido pelo Fluminense, o técnico Muricy Ramalho ouviu a promessa de Peter Siemsen de que o clube anunciaria a compra de um terreno para construção do tão sonhado CT em Pedra de Guaratiba no ato de posse do atual presidente, caso este fosse eleito, em novembro seguinte. O cartola disse ainda que só não faria o anúncio naquele momento para evitar algum ganho político pela candidatura de Júlio Bueno, apoiada por Horcades.

Peter acabou se elegendo mas, não apenas não anunciou a compra do terreno no dia da posse, como passou a não tocar mais no assunto e desconversar quando questionado a respeito. Muricy deixou o Fluminense em março de 2011 falando cobras e lagartos da estrutura tricolor e do presidente, que tentou dar uma resposta rápida ao ex-treinador adquirindo o clube Banana Golf, no Recreio dos Bandeirantes, que passaria a funcionar como CT. Um ano se passou e Muricy, hoje no Santos, ainda não viu resultado algum.

O não cumprimento da promessa de campanha fez a diretoria tricolor recorrer à velha prática utilizada em 1983, 1995, 1999 e 2007. Fará uma nova reinauguração do CT de Xerém. Desta vez, pelo menos, uma diferença. Ninguém, até agora, disse que as novas instalações serão usadas pelo futebol profissional, que continuará na obsoleta Laranjeiras ainda por tempo indeterminado.

“A reforma em Xerém está ótima, os campos estão fantásticos, mas a gente fica aqui. Na quinta-feira haverá a reinauguração lá, e os reservas vão treinar em Xerém. Mas só na quinta. Na sexta-feira volta todo mundo para Laranjeiras”, avisou o técnico Abel Braga.

Placar UOL no iPhone