Topo

Futebol


Ministro do TST faz reunião com Oscar e ouve que jogador escolheu o Inter por salário

Neco Varella/Agência Freelancer
O ministro do TST se reuniu na manhã desta segunda-feira sozinho com o meia Oscar Imagem: Neco Varella/Agência Freelancer

Do UOL, em São Paulo

2012-05-07T13:33:15

07/05/2012 13h33

O Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Guilherme Caputo Bastos, se reuniu na manhã desta segunda-feira sozinho com o meia Oscar para saber as reais intenções do jogador.

Segundo a assessoria do Tribunal, ele ouviu que o jogador não deseja retornar ao São Paulo, de onde disse ter boas recordações e ter sido muito bem tratado. Oscar falou que o motivo de sua ida para o Inter foi salarial.

Os presidentes do Inter e do São Paulo foram informados da reunião, e receberão do ministro um relato do que foi conversado. Caputo informou que o próximo passo será uma reunião com os representantes das duas agremiações e do jogador. A data não foi marcada porque o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, solicitou a presença da entidade. O ministro aguarda a confirmação do órgão que rege o futebol nacional.

O presidente do Internacional, Giovanni Luigi, disse neste domingo esperar que as partes resolvam o imbróglio antes do julgamento no TST. "Vamos ver se existe a possibilidade de um acordo do jogador com o São Paulo. O São Paulo sempre se mostrou arredio. Quem sabe agora com esse habeas corpus permitindo que o jogador exerça a profissão a gente possa construir um acordo. Ou, se isso não acontecer, aguardar o julgamento do mérito”, afirmou para a Rádio Gaúcha.

O ministro foi o relator do habeas corpus que permitiu a Oscar “trabalhar em qualquer lugar que pretendia”, decisão que fez a CBF reativar o contrato do jogador com o Inter e liberá-lo para atuar na final do Gauchão.

Após quase dois meses sem jogar, Oscar voltou no último domingo, marcou o gol do empate por 1 a 1 do Inter contra o Caxias e chorou muito com o feito.

Mais Futebol