Topo

Futebol


Grêmio dá prioridade à permanência de Souza e cogita ir a Portugal para reunião

O Grêmio quer manter Souza, mas encontra dificuldades com o Porto, de Portugal - Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
O Grêmio quer manter Souza, mas encontra dificuldades com o Porto, de Portugal Imagem: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

04/12/2012 09h34

Antes de pensar em reforços, o Grêmio quer manter o que tem de melhor no elenco. Dos jogadores com contrato por encerrar, Souza é a prioridade de renovação. O volante pertence ao Porto e a negociação para que fique em Porto Alegre não está sendo fácil. Para persuadir os europeus, o clube gaúcho cogita enviar um representante a Portugal.

O escolhido seria o diretor executivo de futebol Rui Costa. É ele quem trabalha para permanência do marcador. Reuniões e conversas com o empresário do atleta, Carlos Leite, tem sido frequentes na agenda do dirigente gremista.

"Estamos caminhando mas não temos nenhuma evolução concreta ainda na negociação. Conversamos frequentemente com o agente do jogador, com o Porto... E se for o caso de ir lá [em Portugal] vamos ir para ter uma conversa mais de perto. Não é algo que eu ache necessário pela tecnologia e a facilidade de comunicação que temos hojte, mas se tiver que ser feito, vamos fazer", disse Rui ao UOL Esporte.

A transação é bastante complicada. O Porto tem contrato até junho de 2015 com o marcador e definiu em contrato seus direitos em 10 milhões de euros [R$ 26 mi]. O clube português, ainda, tem poucos volantes no elenco. Atualmente são cinco, e dois devem ser negociados, segundo a imprensa local.

"É uma negociação que pode se alongar. Não temos como definir um prazo. Nosso prazo máximo é a pré-temporada. Até lá o grupo precisa estar pronto. De qualquer forma estamos trabalhando para resolver isso o quanto antes", acrescentou Rui.

O Grêmio ainda não anunciou reforços para a próxima temporada. Além de Souza, Zé Roberto também é prioridade. Mas a renovação do camisa 10 está encaminhada. Um acerto foi feito e somente a assinatura dos documentos impede a confirmação da permanência dele no clube por mais um ano.

Mais Futebol