Famoso por lances com Pelé na Copa de 1970, ex-goleiro Mazurkiewicz morre no Uruguai

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Dois lances de Pelé diante do goleiro uruguaio entraram para a história do futebol

    Dois lances de Pelé diante do goleiro uruguaio entraram para a história do futebol

O ex-goleiro uruguaio Ladislau Mazurkiewicz, 67 anos, famoso por dois lances com Pelé na Copa do Mundo de 1970, morreu nesta madrugada devido a problemas respiratórios. Ele estava internado desde o último dia 24 de dezembro e seu quadro havia piorado há três dias por problemas renais. Mazurkiewicz, que atuou pelo Atlético-MG no Brasil, faleceu por volta das 4h.

A morte do ex-goleiro foi divulgada via Twitter por Fernando Alvez, jogador da seleção uruguaia nas Copas de 1986 e 1990, amigo da família de Mazurkiewicz. "Acaba de falecer Ladislao Mazurkiewicz. Não tenho palavras, apenas uma tristeza imensa", publicou o ex-atleta.

O jornal El Observador, ao anunciar o falecimento do ex-goleiro, o chamou de "emblemático". "O melhor goleiro da década de 1960", escreveu a publicação, destacando as atuações do uruguaio na Copa do México, em 1970, da qual foi eleito o melhor goleiro.

Já o jornal U Notícias cita que o ex-goleiro estava em coma há alguns dias. Por fim, o Ovación informa que Mazurkiewicz estava internado no hospital Asociación Española, em Montevidéu, e que foi elogiado em sua época de jogador por Lev Yashin, ex-goleiro da União Soviética e um dos melhores da posição na história.

"Quando ele se aposentou, disse que eu era seu sucessor", comentou o ex-goleiro em uma entrevista para um canal de televisão uruguaio anos atrás. Mazurkiewicz imitou Yashin nas roupas: ambos jogavam apenas de roupas pretas.

No Twitter, uruguaios lamentam a morte do ex-goleiro, o colocando como uma lenda do futebol do país. Mazurkiewicz venceu a Copa Libertadores e o Mundial de 1966 com o Peñarol e é considerado o melhor goleiro da história do Uruguai. Mesmo com "apenas" 1,79 m de altura, baixo para padrões de goleiros, conseguiu se destacar por sua habilidade na posição.

No México, em 1970, Mazurkiewicz protagonizou dois lances marcantes na história do futebol,  em ambos sendo envolvido por Pelé.

Uma delas foi o drible do ex-camisa 10 da seleção brasileira em Mazurkiewicz sem tocar na bola, na semifinal da Copa de 1970, enganando o goleiro apenas na corrida em direção ao gol. A bola não atingiu a meta, saindo pela linha de fundo.

A outra jogada imortalizada por Pelé em Mazurkiewicz também não resultou em gol. Na mesma partida, o goleiro tentou sair jogando. Pelé interceptou e chutou. O goleiro se esticou para evitar o gol. O Brasil venceu o jogo por 3 a 1. 

O uruguaio é também considerado um dos maiores goleiros da história do Atlético-MG. Pelo clube de Minas Gerais, ele disputou as temporadas de 1972, 1973 e 1974, logo após o título brasileiro do Galo em 1971. Além do Galo e do Peñarol, também atuou por Racing-URU, América de Cali-COL, Cobreloa-CHI e Granada-ESP.

Jogou três Copas do Mundo, em 1966, 1970 e 1974. Com a seleção uruguaia, conquistou a Copa América de 1967.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos