Topo

Futebol


Zé Carlos deixa o Criciúma e vai para o futebol chinês: 'Não podia deixar passar'

Fernando Ribeiro/Criciúma E. C.
Zé Carlos marcous 41 gols na última temporada Imagem: Fernando Ribeiro/Criciúma E. C.

Do UOL, em São Paulo

2013-02-03T16:00:39

03/02/2013 16h00

O ciclo de Zé Carlos com a camisa do Criciúma chegou ao fim. O atacante recebeu uma proposta tentadora do Changchun Yatai, da China, e já acertou a transferência para o futebol asiático.

“É uma proposta que não podia deixar passar. Tenho 29 anos. Com todo o respeito que tenho nesse clube, torcida e diretoria. Foi um trabalho honesto, de muitas conquistas. O melhor momento da minha vida foi aqui. Espero um dia voltar e vestir a camisa do Criciúma. A proposta foi muito boa para mim financeiramente. Vou sentir muita saudade. O clube abriu as portas e me motivou”, disse.

Zé Carlos chegou ao Criciúma em 2011 e fez 13 gols na Série B deste ano. Na temporada passada, ele atingiu a marca de 41 gols e fechou o ano como segundo maior artilheiro do país, atrás apenas do craque Neymar, do Santos. Neste ano, em quatro jogos, ele marcou três gols no Campeonato Catarinense.

O jogador ressaltou ainda que a diretoria o deixou bem à vontade para decidir o seu futuro. “Conversei com o Pastana [gerente de futebol], com o presidente [Antenor Angeloni]. A diretoria me deixou a vontade para me tratar desse assunto com a minha família. Decidi sair do clube. Mas saio pela porta da frente, da mesma forma que cheguei aqui”, afirmou.

Mais Futebol