UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/03/19/lucio-admite-ter-falado-o-que-nao-devia-a-ney-franco-e-revela-desculpa.htm
  • Lúcio admite ter falado "o que não devia" a Ney Franco e revela desculpa
  • 19/11/2018
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Zagueiro Lúcio ressaltou que não tinha intenção de botar pressão no técnico Ney Franco

Zagueiro Lúcio ressaltou que não tinha intenção de botar pressão no técnico Ney Franco

19/03/2013 - 09h24

Lúcio admite ter falado "o que não devia" a Ney Franco e revela desculpa

Do UOL, no Rio de Janeiro

O zagueiro Lúcio é um dos personagens da crise enfrentada pelo São Paulo nos últimos dias. No jogo contra o Arsenal – derrota por 2 a 1 na última quinta-feira pela Copa Libertadores –, o veterano de 34 anos foi substituído por Ney Franco para a entrada de Paulo Henrique Ganso. Ele não ficou no banco de reservas para assistir ao jogo até o fim com seus colegas. A atitude gerou insatisfação do técnico. Em entrevista exclusiva ao jornal O Globo nesta terça-feira, o defensor admite que falou “o que não devia” ao comandante tricolor na ocasião.

Além disso, Lúcio revelou pedido de desculpas pelo episódio na Argentina. “Saí de cabeça quente e triste pelo jogo. Já conversei com o Ney Franco e pedi desculpas. Em momento algum quis jogar uma pressão sobre ele. Estamos todos no mesmo barco e quero ajudar o São Paulo a reverter esta situação em que estamos”, comentou Lúcio ao jornal.

Lúcio, zagueiro
Lúcio, zagueiro
#uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','14340', '')

Substituído do jogo pela Libertadores, Lúcio não cumprimentou o treinador na saída do campo e foi direto para o vestiário. No momento da alteração, o duelo, que terminaria com a vitória do Arsenal Sarandí por 2 a 1, ainda estava 0 a 0.

Na tarde desta terça-feira, em entrevista ao site oficial do São Paulo, o zagueiro reforçou seu pedido de desculpas. "Pedi desculpas ao Ney porque não deveria ter dito aquilo. Saí triste com o jogo e acabei errando. Admito o erro e já deixei o treinador à vontade para contar comigo como ele quiser", disse.

Logo em seguida, ele admitiu o momento ruim vivido pelo time paulista, mas demonstrou confiança para o restante da temporada. "É um momento difícil que estamos passando e qualquer coisa pequena ganha proporção maior, de pressão. Nosso time tem muita qualidade e vai reagir. Tenho certeza que temos uma temporada promissora pela frente", finalizou.

TORCEDORES QUESTIONAM PRESENÇA DE NEY FRANCO NO SÃO PAULO

No domingo, Ney Franco reagiu às indisciplinas do elenco. O treinador do São Paulo revelou que teve uma conversa com o grupo, na qual teria deixado claro que não admitirá novas indisciplinas como as de Lúcio e Ganso, que recentemente reclamaram ao serem substituídos.

“A questão já está resolvida. Nós fechamos com os jogadores. Houve alguns momentos, algumas insatisfações, especialmente em termos de substituições. Isso foi conversado muito frequentemente. Não aceito mais reação de jogador ao sair”, reforçou.

O técnico foi duro e fez ameaça. “Se isso acontecer de novo vai ser um jogador rebelado dentro do grupo, e eu como técnico tenho de definir. Não gosto de usar força, trabalho na conversa, é o meu estilo, mas não vou aceitar esse tipo de reclamação que aconteceu duas vezes. Se acontecer outra vez, esse jogador não joga comigo enquanto eu estiver no São Paulo”, disse Ney Franco.

Placar UOL no iPhone