UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/07/19/heroi-na-segunda-guerra-mundial-ex-goleiro-alemao-morre-aos-89-anos.htm
  • Herói na Segunda Guerra Mundial, ex-goleiro alemão morre aos 89 anos
  • 16/01/2019
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Trautmann ficou famoso por seguir em campo após fratura no pescoço em título do City

Trautmann ficou famoso por seguir em campo após fratura no pescoço em título do City

19/07/2013 - 10h37

Herói na Segunda Guerra Mundial, ex-goleiro alemão morre aos 89 anos

Do UOL, em São Paulo

Ídolo do Manchester City nos anos 50 e 60, o ex-goleiro alemão Bert Trautmann morreu nesta sexta-feira aos 89 anos. Herói em seu país durante a Segunda Guerra Mundial, o ex-jogador também ficou famoso por atuação histórica na final da Copa da Inglaterra de 1956, quando sofreu uma fratura no pescoço e permaneceu em campo.

Nascido em 1923, Trautmann entrou para o exército alemão como operador de rádio em 1941. Durante a Segunda Guerra Mundial, lutou no front leste e foi um dos 300 sobreviventes de uma unidade de mais de mil soldados que acabou dizimada pelos soviéticos. Por suas ações em combate, recebeu cinco condecorações, entre elas a Cruz de Ferro primeira classe.

Promovido a sargento, foi realocado no front oeste, onde foi um dos poucos sobreviventes ao bombardeio ocorrido em Cleves, na Alemanha, em 1944. Foi capturado em três oportunidades, tendo escapado do cárcere de russos e franceses. Acabou apanhado pelos britânicos e transferido a um campo de prisioneiros não-nazistas na Inglaterra, onde permaneceu até 1948.

Libertado, Trautmann optou por permanecer na Inglaterra trabalhando como fazendeiro e começou a jogar futebol por equipes amadoras. Chamou a atenção do Manchester City, que o contratou em 1949. Ter um membro do exército alemão em seu elenco gerou protestos dos torcedores da equipe, que ameaçaram até boicotar aos jogos pela presença do goleiro.

Nos anos seguintes, porém, ganhou a confiança da torcida com boas atuações e levou o Manchester City a sucessivas finais da Copa da Inglaterra, sagrando-se campeão em 1956. A conquista ficou marcada por sua atuação emblemática após sofrer uma fratura no pescoço.

Restando 17 minutos para o fim do jogo, Trautmann teve a grave lesão em um choque com o atacante do Birmingham Peter Murphy. Ainda assim, optou por permanecer em campo e fez importantes defesas para segurar o placar de 3 a 1. Dias depois, passou por exame de raio-x que constatou a fratura.

Trautmann seguiu no Manchester City até 1964, quando de aposentou dos gramados. Trabalhou em categorias de base na Inglaterra e na Alemanha, sendo que nos últimos anos atuou em ações da federação de seu país na Tanzânia e no Paquistão.

O ex-goleiro foi encontrado morto por sua mulher em sua casa em Valência, na Espanha. Recentemente Trautmann havia sofrido dois ataques cardíacos, mas aparentava estar recuperado do problema.

“Bert Trautmann foi um grande esportista e um verdadeiro cavalheiro. Sua carreira extraordinária permanecerá para sempre nos livros de história”, disse o presidente da Federação Alemã, Wolfgang Niersbach.

Placar UOL no iPhone