Encostados e emprestados com contrato no fim aliviam 'folha B' do Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/TXT Assessoria

    Bruno Collaço chegou a ser chamado de 'Novo Roberto Carlos' pela imprensa italiana

    Bruno Collaço chegou a ser chamado de 'Novo Roberto Carlos' pela imprensa italiana

O Grêmio passa, desde o início do ano, por um processo de enxugamento na folha de pagamento. E a estratégia de conter gastos tem dado certo. O clube corta, a cada dia, mais e mais despesas desnecessárias. Nos próximos meses, contratos no fim seguem o mesmo objetivo. Jogadores 'encostados' e emprestados a outros clubes deixarão de constar na 'folha B' tricolor. 

São atletas de vencimentos baixos, mas mesmo assim presentes eventual ou permanentemente na lista de encargos tricolores. Mas até o meio deste ano, atletas que não estão sendo aproveitados deixarão de constar na relação gremista.

No mês de abril, os vínculos do lateral esquerdo Bruno Collaço e do centroavante Wesley se encerram. E não serão renovados. Ambos treinam, atualmente, separados do elenco principal e estiveram emprestados na última temporada.

Collaço chegou a ser chamado de 'Novo Roberto Carlos' pela imprensa italiana, chegou ao time principal do Grêmio em 2009, mas aos poucos perdeu espaço. Esteve na Ponte Preta, no Goiás, no Náutico, e deixará o clube definitivamente. Já Wesley foi destaque do Brasileirão Sub-20 de 2008, sofreu uma grave lesão em seguida, e acabou repetidamente cedido a outras equipes, sem conseguir se firmar.

No mês de maio, o vínculo a ser encerrado e que não será renovado é o de Marquinhos. O meia está no Avaí desde maio do ano passado por empréstimo e deixará de ser atleta gremista.

Em junho será a vez de Patrick Borges, zagueiro de 21 anos que foi contratado do Pelotas em 2011, renovou até 2014 mas jamais participou de uma partida sequer do time de cima. Está, atualmente, emprestado ao próprio Pelotas e é reserva da equipe que disputa o Gauchão.

E no mês seguinte será a vez de Roberson. O meia-atacante também está fora do Grêmio, emprestado ao Náutico, e lá deve permanecer. Por fim, em outubro, Felipe Guedes, outro que tem alternado repetidos períodos emprestado, também terá vínculo encerrado. Atualmente ele também defende o Pelotas.

Mesmo que não sejam salários altos, e os emprestados sequer constem na folha gremista, o departamento de futebol deixará de ter trabalho para recolocar estes jogadores em algum clube a cada virada de temporada. Ou ainda, o Grêmio não precisará mais mantê-los trabalhando afastados do time de cima.

O elenco principal gremista retoma treinamentos na tarde desta segunda-feira. O próximo compromisso oficial será na quarta, diante do Cruzeiro-RS, pela 12ª rodada do Gauchão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos