Topo

Futebol


Agência de publicidade se defende por campanha "Somos todos macacos"

Reprodução/Instagram
Neymar apoia Dani Alves após lateral comer banana : "somos todos macacos" Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

2014-04-30T19:03:27

30/04/2014 19h03

A agência de publicidade Loducca explicou em nota, nesta quarta-feira (30), a ação contra o racismo "Somos Todos Macacos" lançada por Neymar. A empresa rebateu as críticas de que se aproveitou do gesto de Daniel Alves para se promover e que atacavam a falta de espontaneidade de Neymar. "Não havia do que se aproveitar, nem a esconder", diz a nota.

No esclarecimento, a empresa exalta a repercussão da campanha. "Como toda manifestação, o #somostodosmacacos - mesmo atingindo dimensão mundial e provocando uma discussão honesta sobre um tema, infelizmente, mais atual do que gostaríamos - gerou algumas dúvidas sobre ele mesmo, sobre a forma e também sobre a participação de uma empresa de comunicação nele, nós", diz o comunicado.

A Loducca também contou como foi o contato entre o jogador e a agência para criar a hashtag. Segundo Daniel Alves, ele e Neymar começaram uma discussão sobre racismo depois que souberam, pela imprensa dos insultos que foram destinados aos dois no jogo contra o Espanyol, em 29 de março. Neymar teria dito, na ocasião, que, se ele visse a banana lançada ao campo, teria comido a fruta.

Torcedores também imitaram macacos depois da derrota do Barcelona para o Granada e, então, Neymar pediu ajuda da agência para fazer algo para as redes sociais. O lema "Somos todos macacos", segundo a Loducca, pretendia ser algo bem-humorado e irônico, que ridicularizasse os racistas. Também criaram a ideia de "mandar uma banana" para o racismo.

Quando lançaram a banana para Daniel Alves, no jogo contra o Villareal, no último dia 27, Neymar fez a foto com o filho e publicou no Twitter.

Sobre a acusação de que a campanha é racista, a Loducca diz que não chama os negros de "macacos". "A hashtag, mais a imagem de Neymar com seu filho, não chama os negros de macacos, "mas lembra ou alerta aos brancos que somos todos iguais, vindos 'do mesmo macaco'", diz a nota, que se refere a Darwin, e defende que isso é um "fato científico provado e comprovado". 

A Loducca disse também que não pretendia aparecer como criadora da ideia, por acreditar que a causa é maior que isso, mas que também não tinha nada a esconder sobre como surgiu a ideia. Também reclamou que algumas pessoas têm preconceitos com algumas campanhas só pelo fato de virem de agências de publicidade.

A empresa também disse que não tem relações com a marca que lançou uma camisa com a hashtag, e que nem sabia que isso aconteceria.

Mais Futebol