Topo

Futebol


Racismo na Itália: jogador do Milan pega banana e ironiza torcida; veja

Do UOL, em São Paulo

11/05/2014 11h02

Mais um episódio de racismo foi registrado na Europa na manhã deste domingo, na partida entre Milan e Atalanta, pelo Campeonato Italiano. Uma banana foi atirada ao gramado pelos torcedores do time da casa na direção do jogador francês Kévin Constant. O seu companheiro holandês De Jong não hesitou e foi ao encontro do objeto.

Só que, ao contrário do que fez o brasileiro Daniel Alves no último domingo, ele não optou por comer a fruta, mas apenas pegou e mostrou à torcida. Em seguida, aplaudiu, ao lado de Méxes, em tom irônico. Constant também chegou a reclamar bastante com o árbitro, para que ele tomasse alguma atitude.

Ao final do jogo, o técnico Sedoorf se disse chocado, mas elogiou a postura dos seus atletas: "Não sei, eu só posso elogiar os meus meninos, que continuaram jogando. Esperamos que o culpado seja identificado para que depois seja feito o que tem de ser feito", disse em entrevista divulgada pelo portal italiano Gazzetta dello Sport.

Stefano Colantuono, treinador do Atalanta, também condenou a atitude dos seus próprios torcedores: "Quem jogou essas bananas em campo merece punição. Arruinou uma grande tarde", comentou.

Com a bola rolando, o Milan perdeu de virada por 2 a 1. No início do segundo tempo, o time rossonero foi ajudado por um gol contra de Gianpaolo Bellini, mas depois acabou sendo surpreendido com gols de German Denis, de pênalti, e Franco Brienza. Agora, o Milan não tem mais chance de disputar nenhuma competição europeia na próxima temporada.

Mais Futebol