Santos ganha presentes do Milan para ter Robinho de volta

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

Robinho
Robinho

O retorno de Robinho ao Santos fica mais próximo a cada dia de negociação. Após chegar a um acordo salarial com o atleta, o UOL Esporte apurou que o Milan, da Itália, aceitou liberar o atacante por empréstimo gratuito de um ano. O "presente" do clube italiano se deve ao fato de o brasileiro não fazer parte dos planos do técnico Filippo Inzagui.

Se não bastasse, o Milan ainda ficará encarregado de complementar o salário de Robinho. Isso porque o Santos pagará R$ 600 mil mensais ao jogador, que ganha atualmente cerca de R$ 1 milhão na Itália.

Apesar da identificação de Robinho com o Santos, o valor financeiro foi determinante para que o atleta encaminhasse o seu retorno à Vila Belmiro. Além dos valores acertados com o Milan e o jogador, o Comitê Gestor santista abriu os cofres para cobrir a proposta salarial de três clubes brasileiros – Flamengo, Cruzeiro e Atlético-MG.

Os dois primeiros ofereceram a Robinho R$ 500 mil de salário, enquanto o Atlético-MG corria por fora na disputa, pois não aceitava pagar mais de R$ 400 mil. Sabendo da proposta dos rivais, a diretoria santista não titubeou e cobriu a oferta oferecendo R$ 600 mil.

Robinho também foi decisivo na questão financeira para facilitar sua volta ao Santos. Ele aceitou reduzir o seu pedido inicial, cerca de R$ 800 mil. O atacante havia feito o mesmo pedido para os outros três clubes brasileiros, mas nenhum aceitou pagar o montante.

A diretoria do Santos, que já entrou em litígio com Robinho no ano passado por causa de valores financeiros, fez questão de elogiar a postura do atleta desta vez.  

"As negociações estão adiantadas, evoluindo bem. O Santos está fazendo todo o esforço para trazer o Robinho. O jogador tem cedido bastante nas intenções iniciais. Temos esperança de no futuro anunciar essa parceria. Esperamos dar esse presente à torcida do Santos assim que for possível", afirmou o presidente do Santos, Odílio Rodrigues.

O Santos recompensará a redução salarial de Robinho. Além dos R$ 600 mil, o atacante terá outras bonificações em seu contrato com o clube paulista. O jogador receberá um percentual financeiro no aumento no quadro associativo, em venda de material esportivo, além de receber premiações por participação de jogos, colocação no Campeonato Brasileiro e títulos conquistados.

A negociação com o alvinegro praiano sofreu mudança após recuo nas tratativas de Robinho com o Orlando City. O vínculo com a equipe norte-americana era previsto para janeiro de 2015, mas não deve mais acontecer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos