Rússia faz dois em 12 minutos e goleia Azerbaijão em 1º teste para 2018

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/KIRILL KUDRYAVTSEV

    Kherzakov foi o destaque do jogo e marcou os dois primeiros gols dos russos

    Kherzakov foi o destaque do jogo e marcou os dois primeiros gols dos russos

O primeiro desafio da Rússia na preparação para a Copa do Mundo de 2018 foi animador: vitória por 4 a 0 sobre o Azerbaijão em amistoso disputado nesta quarta-feira, em Khimki. Mas a animação não veio só por conta do resultado, mas pela forma como o time jogou. Envolvente nos primeiros minutos, o time russo demonstrou um futebol com triangulações pelas laterais e passes rápidos, algo bem diferente do apresentado no Brasil.

Após nem passar na fase de grupos no Mundial de 2014, Fabio Capello fez seu primeiro teste com o 4-3-2-1 como sistema e a ideia funcionou. Apesar de o adversário estar longe de ser uma referência no esporte, a Rússia pressionou desde o início e marcou dois gols em apenas 12 minutos.

Destaque para Alexandr Kherzakov, que marcou os dois primeiros gols da seleção russa. Sergei Ignashevich anotou o terceiro e o quarto.

Fases do jogo: A partida foi decidida logo nos primeiros minutos. Com um ritmo forte e se aproveitando da ingenuidade da defesa adversária, a Rússia levou apenas 12 minutos para abrir 2 a 0. Primeiro Kherzakov aproveitou cruzamento da esquerda e desviou para o gol. O segundo saiu de forma parecida. Os donos da casa cobraram falta rápida e o atacante novamente aproveitou para aumentar.

No segundo tempo, os donos da casa diminuiram a intensidade e apenas aproveitaram os espaços para conseguir a vitória. Mesmo assim, Ignashevich ainda quis deixar sua marca e transformar o placar em goleada. 

Toque dos técnicos: Pensando em mudar completamente o sistema após o fracasso na Copa, Capello apostou no 4-3-2-1 e acertou, pelo menos no primeiro desafio. O técnico não mexeu apenas na tática, mas também na mentalidade de jogo. Nada de cruzamentos longos. Atacando pela esquerda, o time fez boas triangulações e alguns lances de efeito, como passes de calcanhar e de primeira.

O melhor: Alexandr Kherzakov. O atacante russo foi essencial para a vitória e fez dois gols em apenas 12 minutos.

O pior: A defesa do Azerbaijão foi ingênua em alguns momentos do jogo. O principal lance de desatenção foi no segundo gol russo. O Azerbaijão vacilou e não marcou a cobrança rápida de falta dos russos, o que permitiu o gol. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos