Com base da Copa, Holanda estreia com derrota; renovada, Itália vence

Do UOL, em São Paulo

Duas seleções grandes com histórias completamente diferentes na Copa do Mundo de 2014 estrearam nesta terça-feira nas Eliminatórias da Eurocopa-2016. Curiosamente, quem foi bem na Copa tropeçou, e quem foi mal conseguiu um ótimo resultado. A Holanda, 3° lugar no Mundial, foi derrotada pela República Tcheca por 2 a 1, mesmo usando a base que bateu o Brasil na Copa; já a Itália, que caiu na primeira fase, venceu a Noruega por 2 a 0, com time bastante renovado.

República Tcheca 2 x 1 Holanda

Guus Hiddink fez seu primeiro jogo oficial como novo técnico da Holanda em Praga, capital da República Tcheca, usando a base que conquistou o 3° lugar na Copa - mas sem Robben, lesionado. Mas os 11 titulares estiveram no Mundial, incluindo os mais experientes, como Sneijder, Van Persie e De Jong.

Mas a Holanda, apesar de pressionar e de ter mais posse de bola (66%), teve dificuldades em finalizar (apenas 8 chutes, mesmo numero dos rivais). O resultado foi a República Tcheca, aos poucos, avançando mais, até marcar um belo gol, em chute de fora da área de Dockal, que bateu na trave e passou nas costas de Cillessen.

No 2° tempo, De Vrij conseguiu o empate holandês, em bola de cabeça na segunda trave, lembrando um pouco o gol que fez contra a Espanha no Mundial, na goleada por 5 a 1. Mas, no final, um lance de cabeça acabou com o jogo holandês: após cruzamento, Janmaat tentou recuo, errou, a bola foi na trave de Cillessen e voltou nos pés de Pilar, que tocou para o gol vazio e deu a vitória aos tchecos.

O melhor: Petr Cech - Aos 32 anos, ainda é o pilar da seleção tcheca, ao lado de Rosicky, meia do Arsenal de 33 anos. O goleiro fez boas defesas nas poucas finalizações holandesas, e só levou gol quando foi pego no contrapé. 

Para lembrar: Holanda e Rep. Tcheca estão no Grupo A das Eliminatórias. Com três pontos, os tchecos estão em segundo, perdendo no saldo de gols para a Islândia que venceu a Turquia por 3 a 0. A Holanda é a lanterna, atrás da Turquia e de Cazaquistão e Letônia, que ficaram no 0 a 0 também nesta terça.

Noruega 0  x 2 Itália

Os italianos, também com novo técnico (Antonio Conte), estrearam contra a Noruega, for a de casa, com time cheio de novidades em relação ao Mundial. Astori, Ranocchia e Bonucci formaram o trio de zaga, enquanto Florenzi e Zaza apareceram no meio/ataque.

O resultado foi um jogo feio, mas de resultado - mais pela péssima apresentação norueguesa do que pela qualidade italiana. Zaza abriu o placar em chute no qual contou com desvio, ainda no primeiro tempo, e Bonucci, de cabeça, ampliou na segunda etapa, livre após jogada de escanteio curto.

A Noruega tentou pressionar (teve 50% de posse de bola, mostrando que a Itália não dominou o jogo), mas mal conseguiu finalizar - apenas 4 chutes, todos para fora. OS noruegueses ainda deram espaço para os contra-ataques italianos - em um, Zaza saiu na cara do goleiro , mas chutou no travessão.

O melhor: Zaza - O atacante de 1,87 m e 80 kg faz o estilo centroavante, que muitos consideram ultrapassado. Mas para um time que tenta se encontrar após uma péssima Copa, ele serviu como uma boa referência em apenas seu segundo jogo pela seleção. Além do gol, acertou bola no travessão e teve lance, no qual tocou por cima do goleiro, em que a bola foi tirada pela Noruega em cima da linha.

Para lembrar: Itália e Noruega estão no Grupo H. Nele, a Croácia divide a liderança com os italianos, já que venceram também nesta terça Malta, por 2 a 0. A Bulgária vem em seguida, após vencer o Azerbaijão por 2 a 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos