Após 'recuperar' Cruzeiro, dirigente se torna tão cobiçado quanto jogadores

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Vipcomm

    Alexandre Mattos é apontado como responsável por montar elenco celeste

    Alexandre Mattos é apontado como responsável por montar elenco celeste

Apontado como um dos principais responsáveis pela formação do elenco do Cruzeiro, atual campeão e líder do Brasileirão 2014, o diretor de futebol, Alexandre Mattos, se tornou um dos dirigentes mais cobiçados do país e alvo de especulações. Com o assédio, a diretoria celeste deverá ter dificuldade para segurá-lo em 2015.

A especulação mais recorrente tem sido em relação ao Flamengo, que já sondou o diretor em mais de uma ocasião – no fim de 2013 e em maio deste ano com a queda de Paulo Pelaipe. Nos bastidores, a expectativa é de que o clube carioca faça uma nova investida neste fim de ano para levar o dirigente para o Rio de Janeiro. 

No final da temporada passada ele permaneceu na Toca da Raposa II graças a um reajuste salarial, inferior à proposta da Gávea, e a perspectiva de conquistar o título da Libertadores e o bicampeonato brasileiro. Em 2014, o time celeste fracassou na competição sul-americana, mas venceu o Campeonato Mineiro e agora vive a expectativa de reeditar a tríplice coroa.

A manutenção do dirigente para o próximo ano é vista como fundamental pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares, que tem o diretor como seu braço direito. Os trunfos do time celeste são a estabilidade, o tranquilo ambiente de trabalho e as boas perspectivas, principalmente se a equipe confirmar o favoritismo e faturar o bicampeonato brasileiro.

O dirigente, por sua vez, acena com a permanência na Toca da Raposa na próxima temporada mesmo se tiver propostas superiores. "O Cruzeiro entrou na minha vida, há uma felicidade e gratidão muito grande. Não tenha dúvida que, para sair, tem que ter muito mais do que simplesmente uma situação financeira", afirmou em entrevista à Rádio Itatiaia.

No entanto, o diretor tem bom trânsito no mercado e na relação com outros clubes. Tanto que não descarta uma saída. "Óbvio que a gente nunca sabe o dia de amanhã, as coisas na vida são sempre muito dinâmicas, acontecem muito rápido, algumas vezes há mudança de percurso, mas a minha felicidade aqui, tudo que vem acontecendo e tudo que a gente projeta no futuro, nos deixa numa tranquilidade muito grande. A não ser que aconteça alguma coisa muito diferente", destacou.

A diretoria não trata abertamente do planejamento para a próxima temporada enquanto não terminar as competições, mas Alexandre Mattos, que ainda não renovou o contrato, já trabalha nos bastidores mirando reforços para o ano que vem. O clube tem alguns nomes em pauta, como Carlinhos, Fabiano e Douglas Coutinho. No momento, o dirigente está em viajem à Europa. 

Histórico

Aos 38 anos, Alexandre Mattos tem vários cursos na área acadêmica, como a graduação em Administração com Gestão em Esportes pela Faculdade Promove e MBA em Gestão Estratégica em Esportes pela Fundação Getúlio Vargas. Antes do Cruzeiro, ele trabalhou no América-MG entre 2005 e 2011.

O dirigente chegou à Toca da Raposa em 2012 e a sua política ousada e agressiva de contratações é apontada dentro do próprio clube o ponto de virada do Cruzeiro, pois a diretoria passou a investir muito mais em futebol e atraiu parcerias com empresários que proporcionaram a formação do elenco vitorioso.

O sucesso já foi reconhecido e ele chegou a ser eleito o melhor diretor de futebol executivo do Brasil neste ano pela Brasil Sports Market. Nem mesmo a polêmica com a bandeira Fernanda Colombo, que rendeu um gancho de 120 dias do STJD, abalou seu prestígio.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos