Topo

Futebol


El Shaarawy supera C. Ronaldo e ajuda Milan a vencer Real em amistoso

Do UOL, em São Paulo

2014-12-30T15:54:03

30/12/2014 15h54

Um dia depois de receber o troféu de melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo era a principal estrela do amistoso contra o Milan em Dubai nesta terça-feira. Mas quem brilhou mesmo foi o italiano Stephen El Shaarawy, que fez dois gols, ajudou seu time a vencer o Real Madrid por 4 a 2 e saiu de campo aplaudido.

Menez e Pazzini marcaram os outros dois do Milan. Cristiano Ronaldo e Karim Benzema diminuíram para os merengues.

Por força do contrato de patrocínio, os dois times escalaram todas as suas estrelas possíveis, mas algumas delas, como o próprio Ronaldo, jogaram apenas uma etapa. Apesar de estar com os titulares em campo, o time espanhol mostrou algum desinteresse em vários momentos do jogo e não resistiu aos ataques mais incisivos do lado italiano.

O Real voltará a campo no próximo domingo pelo Campeonato Espanhol contra o Sevilha. Já o Milan enfrentará o Sassuolo na terça.

Fases do jogo. O Milan começou melhor e mostrou um bom entrosamento de seus homens da frente para sair em vantagem.

Em um jogo com certa “preguiça” de ambas as partes, coube aos homens da frente do Milan tomar a iniciativa. Antes dos dois gols de El Shaarawy, Menez já havia aberto o placar ao aproveitar falha na defesa merengue. Cristiano Ronaldo diminuiu ainda no primeiro tempo para os espanhóis.

No segundo tempo, Pazzini aumentou e marcou o quarto, depois de se desmarcar de Pepe e ficar sozinho na grande área.

Nesse momento, mesmo com a maioria de seus titulares em campo, o Real já mostrava sinais de desinteresse e pouco ameaçava a meta italiana. James Rodriguez, que teve bons momentos na partida, acabou caindo de produção, como toda a equipe. No final, Karim Benzema diminuiu de pênalti.

O melhor. El Shaarawy. O italiano roubou a cena durante o primeiro tempo da partida e marcou os dois gols que abriram vantagem sobre o Real. Ao ser substituído no segundo tempo, saiu aplaudida pela torcida árabe.

O pior. Nacho. Em um jogo em que quase todos os jogadores merengues ficaram a baixo da média, o zagueiro foi destaque negativo ao tentar recuar uma bola e entrega-la nos pés de um adversário. O lance resultou no primeiro gol do jogo. No segundo tempo, Nacho sofreu um pênalti e compensou sua falha.

Para lembrar:

Fim da invencibilidade? O Real estava há 22 jogos sem perder, um recorde histórico no futebol espanhol. A discussão agora é se a derrota para o Milan conta como “quebra de invencibilidade”, já que não foi um jogo oficial, mas um amistoso.

Djoko lá. Muito simpático, o tenista sérvio Novak Djokovic deu o pontapé inicial na partida festiva em Dubai.

Mais Futebol