Grêmio vende percentual de zagueiro da base para completar pagamento ao Fla

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Rodrigo Fatturi/Divulgação/Grêmio

    Gabriel Silva (e) zagueiro do Grêmio com direitos vendidos ao Hoffenhein

    Gabriel Silva (e) zagueiro do Grêmio com direitos vendidos ao Hoffenhein

O Grêmio vendeu, nesta quinta-feira (08), um percentual dos direitos econômicos do zagueiro Gabriel Silva, que sobe para o profissional nesta temporada. O comprador foi o Hoffenhein, da Alemanha, mesmo clube que adquiriu em moldes idênticos Matheus e Guilherme Biteco. O jogador, no entanto, seguirá no clube. 

Ele sequer atuou como jogador no time principal. Está na lista de jogadores que vai para pré-temporada, será observado por Felipão e poderá ter oportunidades neste ano. Mas já tem direitos presos ao clube alemão. 
 
O valor arrecadado se aproxima de 2,3 milhões euros (R$ 7,3 milhões). Será somado ao valor arrecadado com parte do volante Matheus Biteco e entregue ao Fla no pagamento da dívida relativa a venda de Rodrigo Mendes, no ano 2000. Além do valor, o Grêmio pagará o salário de Pará por um ano emprestado ao clube carioca. 
 
É a terceira negociação desta forma envolvendo Grêmio e Hoffenhein. O primeiro foi Guilherme Biteco, que depois de dois anos no Brasil, onde defendeu Grêmio e Vasco, foi para Alemanha e começará lá os trabalhos em 2015. Matheus Biteco já tinha situação encaminhada desde os últimos dias de 2014, e agora Gabriel Silva. 
 
Natural de Brasília-DF, Gabriel Teixeira da Silva tem 19 anos e participou do último Campeonato Brasileiro Sub-20 pelo Tricolor. 
 
O elenco gremista se reapresenta nesta quinta-feira. O período de pré-temporada será de 11 a 21 de janeiro, em Gramado, na serra gaúcha. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos