Palmeiras se acerta com Arouca, mas Santos exige dinheiro para liberar

Danilo Lavieri e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo em Santos (SP)

  • Reinaldo Canato/UOL

    Arouca protege a bola durante clássico entre Santos e Palmeiras no Pacaembu

    Arouca protege a bola durante clássico entre Santos e Palmeiras no Pacaembu

O Palmeiras está acertado com Arouca. Clube e jogador já se entenderam em relação a tempo de contrato, valores de salários e tudo o que envolveria o vínculo do volante com a equipe do Palestra Itália.

O problema é que o Santos, clube do jogador, faz jogo duro e exige dinheiro para que a negociação ocorra. Seu contrato vai até 2016.

Já os palmeirenses gostariam que Arouca saísse da Vila Belmiro pela Justiça, usando os salários atrasados como modo de rescindir o contrato com o Santos.

Ainda não está descartado, porém, o investimento por parte da diretoria comandada por Paulo Nobre e Alexandre Mattos.

Arouca já avisou que não quer deixar a equipe da Baixada Santista pelas portas dos fundos. Seu estafe deixou claro que gostaria da liberação em comum acordo, sem a necessidade de meios judiciais.

O volante seria mais um pedido de Oswaldo de Oliveira, treinador recém-chegado. Os dois já trabalharam juntos no Santos no ano passado. Outro santista, o goleiro Aranha, também disse ter recebido proposta palmeirense.

Ele também chegaria com o status de segunda estrela do pacote de contratações, ao lado de Zé Roberto. Além dele, a diretoria ainda sonha com Réver para ser mais um nome dos reforços de peso. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos