Fla falha na criação e empata sem gols com Shakhtar no 1º amistoso do ano

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Flamengo decepcionou a torcida no primeiro amistoso de 2015. O time teve dificuldades na criação de jogadas e empatou por 0 a 0 com o Shakhtar Donetsk (UCR), neste domingo, em Brasília. As equipes atuaram com os titulares e utilizaram os reservas nos 45 minutos finais.

O Rubro-negro agora disputa o Torneio Super Series, em Manaus. Os comandados de Vanderlei Luxemburgo enfrentam Vasco e São Paulo nos dias 21 e 25, respectivamente. A estreia no Campeonato Carioca acontece em 31 de janeiro. O duelo será contra o Macaé, às 19h30 (de Brasília), no Moacyrzão.

Fases do jogo: O primeiro tempo apresentou um Flamengo com dificuldades para criar. O time esbarrou na defesa do Shakhtar e mostrou-se dependente da velocidade pelos lados do campo. Os ucranianos ameaçaram e tiveram o domínio territorial. Porém, pararam em Paulo Victor. O goleiro rubro-negro fez pelo menos duas grandes defesas. Aos 43min, Eduardo da Silva marcou, mas o árbitro alegou falta no zagueiro e anulou o gol. Dois minutos depois, Marcelo Cirino ganhou na velocidade e desperdiçou as duas chances que teve para colocar os cariocas em vantagem.

A segunda etapa começou com dez modificações (seis do Shakhtar e quatro do Flamengo). Os técnicos não abriram mão de utilizar os reservas e promoveram ainda mais alterações na sequência. O Rubro-negro atuou com todos os suplentes a partir dos 15min. Os times ainda arriscaram algumas jogadas, mas nada suficiente para tirar o zero do placar em Brasília.

O melhor: Paulo Victor - O goleiro rubro-negro iniciou 2015 como terminou o ano passado. Grandes defesas, segurança e nome cada vez mais na boca da torcida.

O pior: Léo Moura - O capitão do Flamengo esteve longe dos melhores dias. Falhou em algumas jogadas e pouco apoiou o ataque. Foi substituído no intervalo por Pará.

Chave do jogo: O Shakhtar pressionou na parte inicial do jogo. O time ucraniano teve chances seguidas de abrir o placar, mas parou na boa atuação de Paulo Victor.

Para lembrar: O ídolo Zico foi homenageado e deu o ponta pé inicial do amistoso em Brasília. Já o brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva recebeu uma camisa pelos serviços prestados durante a passagem pelo Shakhtar Donetsk.

FLAMENGO 0 X 0 SHAKHTAR DONETSK (UCR)

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Árbitro: Rodrigo Raposo (DF)
Renda: R$ 1.936.960,00
Público: 26.011 pagantes
Cartões amarelos: Marcelo (Flamengo); Fernando (Shakhtar Donetsk)

Flamengo
Paulo Victor (César); Léo Moura (Pará), Wallace (Bressan), Samir (Marcelo) e Anderson Pico (Thallyson); Cáceres (Márcio Araújo), Canteros (Luiz Antonio) e Eduardo da Silva (Arthur Maia); Everton (Lucas Mugni), Gabriel (Nixon) e Marcelo Cirino (Alecsandro)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Shakhtar Donetsk (UCR)
Piatov; Srna (Ilsinho), Rakitsky, Kucher (Kryvtsov) e Shevchuk (Ismaili); Fred (Dimitro), Stepanenko (Fernando), Douglas Costa (Marlos); Alex Teixeira (Wellington Nem) e Bernard (Taison); Luiz Adriano (Gladky)
Técnico: Mircea Lucescu

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos