Allione vai bem, e Palmeiras estreia com vitória fácil contra o Audax

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

Foi como a torcida esperava. O Palmeiras estreou oficialmente na temporada de 2015 com uma vitória fácil e convincente para os mais de 20 mil torcedores que estiveram na tarde de sábado (31) no Allianz Parque. Com gols de Leandro Pereira, Robinho e Maikon Leite e uma bela atuação de Allione, o time do técnico Oswaldo de Oliveira venceu o Audax Osasco por 3 a 1 na primeira rodada do Paulistão. 

Só não foi mais porque os palmeirenses ainda desperdiçaram chances incríveis, especialmente uma com Maikon Leite, que conseguiu o mais difícil ao colocar o cruzamento de Zé Roberto por cima do gol. 

O jogo foi rapidamente resolvido, com dois gols em 15 minutos. O torcedor passou bem longe de sofrer como havia sofrido no fim de 2014 e volta para casa confiante para a próxima partida, novamente na nova arena alviverde, na quinta-feira, às 19h, diante da Ponte Preta. Já o Audax pega o Botafogo, em Ribeirão Preto, às 19h30 de terça-feira. 

Fases do jogo: O Palmeiras não deu chance para o Audax gostar do jogo. Allione começou a partida inspirado e deu duas assistências certeiras. Uma para Leandro Pereira, que desviou cruzamento no primeiro pau, e outra para Robinho, que dominou de peito e completou quase que na marca de pênalti para ampliar. A torcida era só festa, e os visitantes só tentavam jogadas na bola aérea. Vitor Hugo e Tobio, no entanto, davam conta do recado.

O terceiro gol foi marcado por Maikon Leite, que aproveitou desarme do seu time na saída de bola do Audax e encheu a bomba sem dar chance para Felipe. Alívio para ele, que uma jogada antes havia perdido gol incrível após bom cruzamento de Zé Roberto. 

No segundo tempo, o Palmeiras não se preocupava tanto em aumentar o placar, jogava mais administrando a partida e tentava não dar chances para o adversário. A primeira chance do Audax foi acontecer aos 17 minutos do 2º tempo, mas Fernando Prass saiu bem e fez boa defesa.  A torcida só contava as horas para comemorar a primeira vitória oficial na temporada e também a primeira vitória em partida oficial em casa.  Até Victor Luís entrou no lugar de Maikon Leite para reforçar a marcação.  Quando a partida já caminhava para seu fim, Rafinha descontou para o Audax em jogada pela direita.

O melhor: Allione. O argentino sabia como explorar o lado do campo e infernizou a vida do Audax, especialmente a de Gladestony que precisava fazer a cobertura pelo canto. Até na marcação o jovem meio-campista conseguia ajudar, abafando a saída de bola do rival. Ele foi muito aplaudido quando substituído por Cristaldo.

O pior: Gladestony. Responsável pela marcação no lado direito do campo, o jogador tomou um baile de Allione, o que comprometeu o jogo logo aos 15 minutos do primeiro tempo. 


O toque dos técnicos: O Audax, de Fernando Diniz, tentou manter a estratégia do Paulista de 2014 e tocar muito a bola até achar espaços. O problema é que logo ficou atrás do placar aos 15 minutos do primeiro tempo. Já Oswaldo de Oliveira escalou a equipe que treinou durante a semana e mostrou que achou o espaço onde Allione pode atuar. No segundo tempo, colocou Victor Luis para reforçar a marcação pela esquerda do campo, deixando o time com dois atacantes. 

Para lembrar
Show em casa. Antes da bola rolar, a Federação Paulista de Futebol, para comemorar o início do Estadual, colocou Péricles para cantar no gramado alviverde.

A primeira vitória em casa. Essa foi a primeira vez que o Palmeiras venceu uma partida oficial no Allianz Parque. Antes, Red Bull e Shandong Luneng já tinham sido vítimas, mas ambos participavam de amistoso.

Arouca apresentado. Antes da bola rolar, Arouca foi apresentado para a torcida e para a imprensa. Ele já avisou que não quer ser tratado como a principal contratação palmeirense e rebateu os ataques que sofreu do Santos.

É dia 8! A torcida palmeirense, comemorando a vitória em cima do Audax, já aproveitou para mandar um recado para os corintianos. Gritando a data do clássico, eles mostraram que estão ansiosos para receber o arquirrival em casa pela primeira vez. A partida está marcada para o próximo domingo. 

Ostentação. Apesar do bom público no estádio, os setores centrais ficaram praticamente vazios. O motivo é simples: os melhores ingressos chegavam a custar R$ 350.

FICHA TÉCNICA
AUDAX 1 X 3 PALMEIRAS


Data: 31 de janeiro de 2015, sábado
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Horário: 17h (de Brasília)
Público pagante: 24.894
Renda: R$ 1.655,220,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen
Cartões amarelos: Matheus (AUD)
Gols: Leandro Pereira, aos 6 minutos, Robinho, aos 13minutos e Maikon Leite, aos 35 minutos do 1º T; Rafinha, aos 48 min do 2º T

AUDAX OSASCO: Felipe Alves, André, Bruno Silva e Francis; Bruno Paulo (Thiago Silvy), Gladestony, Marquinho, Rafinha; Camacho, Rafael Longuine (Matheus) e Ytalo (Samoel)
Técnico: Fernando Diniz

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio (Jackson), Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Renato; Maikon Leite (Victor Luís), Allione (Cristaldo) e Robinho; Leandro Pereira 
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos