Em recuperação, Gilberto Silva lamenta briga judicial contra o Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Carlos Cruz/América-MG

    Jogador iniciou o processo final de recuperação e vai voltar aos gramados

    Jogador iniciou o processo final de recuperação e vai voltar aos gramados

Sem atuar há mais de um ano, o pentacampeão Gilberto Silva deu um passo importante na sua total recuperação antes de voltar aos gramados. Passadas as fases de fisioterapia e trabalhos funcionais, o jogador iniciou o processo de transição para a parte física e para isso, voltou ao clube que o revelou para o futebol. Desde a última segunda-feira, Gilberto está treinando no América-MG, sua primeira casa durante os anos de 1996 e 1999.

Recentemente, no entanto, o jogador de 38 anos ganhou outro destaque. Gilberto entrou com uma ação na justiça contra seu ex-clube, o Atlético-MG. Submetido a uma cirurgia no joelho, ainda em 2013, quando atuava na equipe, o atleta pede indenização por ter se tornado incapaz de continuar exercendo sua profissão após o processo cirúrgico. Pagamentos de premiações e horas extras também foram cobrados. Tudo após sucessivas tentativas de diálogos com a agremiação em que virou ídolo.

"Não esperava que essa minha passagem pelo Atlético terminasse dessa forma. Foi assim por não obter resposta. Achei uma falta de consideração pelo tipo de pessoa e atleta que eu sou, pelo que eu procurei contribuir com o clube no meu retorno, no trabalho, nos jogos, no dia a dia, com os atletas. Não fiz isso por mágoa, não tenho mágoa do Atlético, mesmo já ter sido xingado depois disso", comentou o jogador, que arcou com todas as despesas ao longo do processo de recuperação.

Além de valores referentes ao tratamento feito fora do clube, Gilberto também cobra cerca de R$100 mil referentes à premiação pela conquista da Libertadores e outros R$120 por ter entrado em campo como titular em 60% dos compromissos oficiais da equipe. A primeira audiência está marcada para dia 1º de junho.

Por enquanto, Gilberto segue sua recuperação no América-MG, clube que é visto como um dos possíveis destinos do jogador após sua completa recuperação. Somente após estar apto para jogar novamente, o zagueiro/volante irá escolher e procurar um novo clube.

"O primeiro ponto é finalizar minha recuperação. Estou há 15 meses sem jogar futebol profissional. Tem sido muito difícil. Em 2014 fiz cirurgia de menisco e outras intervenções. Totalmente atípico do que tinha programado, do que eu pensava. Então o importante agora é eu me recuperar bem. Estou tendo essa oportunidade no América de finalizar o processo. Quando finalizar, vamos ver o que acontece", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos