Topo

Futebol


Projeto do estádio do Atlético-MG ganha destaque em livro de arquitetura

Reprodução internet
Livro de arquitetura destaca o projeto do estádio do Atlético-MG Imagem: Reprodução internet

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

2015-03-11T19:14:21

11/03/2015 19h14

O estádio do Atlético-MG ainda é um sonho do torcedor e da direção do clube. Embora o clube já tenha um terreno disponibilizado pela MRV, no bairro Califórnia, região noroeste de Belo Horizonte, e o projeto pronto, a casa própria ainda parece algo distante para os atleticanos. A necessidade de viabilizar cerca de R$ 500 milhões para a construção da arena multiuso é o grande entrave do processo. Mesmo assim o projeto do estádio do Atlético ganhou destaque em livro voltado para arquitetos.

Na última semana, em São Paulo, foi lançado “Arquitetura Brasileira – 4ª Edição” com projetos recentes de renomados arquitetos brasileiros. Além do possível estádio do Atlético, outros destaques da publicação são Hospital Nove de Abril de Juruti (PA), a Torre Olímpica (RJ), e o Centro Cultural Sesc – Teresina (PI). O livro tem textos assinados pelo arquiteto Maurício Del Nero e tem 218 páginas.

No espaço destinado ao projeto do estádio atleticano uma revelação importante. Todo o visual foi inspirado na torcida alvinegra. “As bandeiras, as camisetas e os grandes panos em preto e branco que tomam conta dos jogos do Clube Atlético Mineiro foram a grande inspiração para o arquiteto Bernardo Farkasvölgyi conceber o projeto do estádio que será a nova casa do time. Desta forma, a cobertura do estádio ganhou um listrado branco e preto que se repete no desenho do piso no nível térreo e também na fachada do edifício-garagem”, descreve o texto no livro.

O projeto do estádio custou R$ 500 mil e foi custeado pela MRV Engenharia, que é patrocinadora do Atlético e potencial parceira na construção da nova arena. Outra empresa que se associou ao clube recentemente em função do projeto é a Tenco Engenharia, que tem know-how na construção e administração de shoppings. Além do estádio, o projeto atleticano prevê um centro comercial e uma área para eventos.

De acordo com o livro “Arquitetura Brasileira”, a Arena Multiuso de Belo Horizonte tem toda uma preocupação ambiental. “Pelo tamanho do empreendimento, foram previstos não só soluções como reuso de água, uso de lâmpadas LED, ventilação cruzada e iluminação natural, mas principalmente a possibilidade de instalações de painéis solares para garantir a geração de toda a energia que será consumida no estádio”.

O Atlético até já fala publicamente do projeto, encaminhado para a aprovação na prefeitura de Belo Horizonte. No entanto, o clube sempre faz ressalvas. Em recente entrevista ao jornal O Tempo, o presidente Daniel Nepomuceno fez questão de evitar euforia por parte da torcida. “Tem um projeto sendo aprovado, e um trabalho do tipo de sociedade que vamos fazer. Mas ainda está muito longe da realidade”, comentou o mandatário alvinegro.

Mais Futebol