São Paulo fecha com Osorio, que terá metade do salário de Muricy

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo definiu na tarde desta terça-feira que o colombiano Juan Carlos Osorio, 53, será o sucessor de Muricy Ramalho. A contratação foi acertada pelo presidente Carlos Miguel Aidar um dia após reunião com o treinador português José Peseiro.  O São Paulo aguardava uma ligação de Osorio para definir os salários após se reunir com o técnico na Colômbia, na última quarta-feira. A contratação de Osorio foi confirmada ao UOL Esporte pelo presidente Carlos Miguel Aidar. A programação do São Paulo é apresentar o treinador na próxima quinta-feira. 

No Morumbi, Osorio receberá R$ 250 mil por mês em contrato válido por duas temporadas. O valor é metade do que recebia Muricy Ramalho quando saiu – voltou ao clube em setembro de 2013 recebendo R$ 350 mil, e renovou no fim do ano para receber R$ 500 mil.

Na última quarta-feira, o presidente Carlos Miguel Aidar e o vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro passaram o dia em Medellín. Visitaram o centro de treinamento do Atlético Nacional, almoçaram com Osorio e foram à casa do colombiano. Conheceram família e assistiram a vídeos de partidas do São Paulo com análise do treinador. Voltaram otimistas, mas ainda com a reunião marcada com Peseiro. O interesse do São Paulo por Osório foi publicado pelo UOL Esporte na última quarta-feira

Na última segunda-feira, Aidar e Ataíde falaram com o português em duas reuniões na capital paulista. Aidar gostou mais do que ouviu de Peseiro do que daquilo que ouviu – e também gostou – de Osorio. Foi convencido por Ataíde, porém, que o colombiano é o melhor para ser o treinador.

Osorio convenceu a diretoria do São Paulo ao apresentar um projeto de reconstrução da equipe sem grandes investimentos, a partir da formação de atletas.

Impressionou ao São Paulo o perfil de trabalho de Osorio. O colombiano de 53 anos tem três diplomas de futebol: de treinador pela Associação Inglesa de Futebol, de gestão técnica pela Associação Holandesa de Futebol e pós-graduação em ciência do futebol pela Universidade de Liverpool. Acumula também cinco anos como assistente técnico no Manchester City, da Inglaterra, entre 2001 e 2006, e trabalhos como treinador nos Estados Unidos antes de chegar ao Once Caldas e, depois, ao Atlético Nacional. Tudo isso depois de ter sido jogador de futebol profissional.

Para dirigir o São Paulo, Osorio recusou uma proposta de valor financeiro muito superior do Cruz Azul, do México, como revelou o Blog do PVC.

A marca registrada de Juan Carlos Osorio à beira do gramado, durante os jogos, é a forma inusitada de passar mensagens aos jogadores. Em vez de gritos, prefere em muitos momentos passar instruções aos atletas em bilhetes. Arranca um pedaço de papel de um caderno que leva sempre no bolso, escreve uma mensagem ou desenha uma mudança tática e dá nas mãos do jogador.

Juan Carlos Osorio é o primeiro técnico contratado pela gestão de Carlos Miguel Aidar. Seu antecessor Muricy Ramalho retornou ao Morumbi em setembro de 2013 e salvou o clube do rebaixamento no Brasileirão. Em 2014, fez campanha que terminou na segunda posição do campeonato nacional. Em 2015, porém, um mau início de ano com exibições fracas em Paulistão e Libertadores aliado a problemas de saúde fez com que o treinador deixasse o cargo.

O coordenador técnico Milton Cruz assumiu como interino no dia 6 de abril e, em dez jogos, acumulou sete vitórias e três derrotas. Colheu elogios do elenco por mudar programa e métodos de treinos e fez o time jogar em melhor nível. Venceu Corinthians e Cruzeiro pela Libertadores, mas acabou eliminado na semifinal do Paulistão e nas oitavas de final da Libertadores. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos