Topo

Futebol


Faltas, passes errados e expulsão: Neymar vacila e perde a 1ª após 24 jogos

Guilherme Palenzuela e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Santiago (Chile)

17/06/2015 23h02

A seleção brasileira ainda não sabe jogar sem seu principal jogador. Com Neymar muito mal e até expulso depois do apito final, a seleção foi derrotada por 1 a 0 pela Colômbia nesta quarta-feira, em Santiago (Chile), na segunda rodada da Copa América.

E os números ajudam a explicar aquele que foi o primeiro revés do atacante com a camisa do Brasil após quase dois anos – 24 jogos. Longe da seleção nos tropeços contra Alemanha e Holanda na Copa do Mundo, Neymar não sabia o que era sair de campo derrotado com o time brasileiro desde agosto de 2013.

Em campo, muita apatia e números que não condizem com sua realidade. O camisa 10 e capitão foi o jogador que mais errou passes e também o que mais cometeu faltas – quatro, ao lado dos colombianos Falcão García e Carlos Sánchez.

No lugar de dribles em velocidade e jogadas criadas no ataque, Neymar apareceu mais para reclamar do que com a bola rolando. Foram ainda sete bolas perdidas para a implacável defesa colombiana.

O símbolo de sua atuação muito abaixo do esperado foi o cartão vermelho após confusão no fim do jogo - chutou a bola em Armero. Antes, já havia recebido um amarelo por colocar a mão na bola em um gol perdido, ainda no primeiro tempo. A punição tirou o craque da “decisão” do próximo domingo, contra a Venezuela, e de pelo menos mais um jogo. Ele ainda será julgado e seu gancho pode chegar a três partidas.

Colômbia encerra 24 anos de jejum
Se Neymar perdeu sua invencibilidade na seleção, a Colômbia teve motivos de sobra para comemorar. O time de James Rodríguez, Cuadrado e Falcão García quebrou um jejum de 24 anos sem vencer os brasileiros – a última vitória ocorrera justamente no Chile, na Copa América de 1991.

Mais Futebol