Topo

Futebol


Alvo de cabeçada de Neymar diz que lance de expulsão "não foi nada"

Ricardo Mazalan/AP Photo
Neymar e Murillo se encaram no fim do jogo entre Brasil e Colômbia Imagem: Ricardo Mazalan/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

2015-06-18T17:15:23

18/06/2015 17h15

Jeison Murillo, zagueiro da Colômbia que marcou o gol decisivo na vitória por 1 a 0 contra o Brasil, nessa quarta-feira, em Santiago, foi um dos protagonistas da confusão no fim do jogo que culminou com a expulsão de Neymar.

Questionado sobre o lance, Murillo minimizou. “Não aconteceu nada. Foi uma jogada muito rápida. O calor do jogo leva você a cometer esse tipo de coisa, mas nada fora do comum”, disse o zagueiro em entrevista coletiva nessa quinta-feira.

A confusão começou no momento do apito final. Neymar chutou a bola em Armero. Murillo veio tomar satisfação, se estranhou com o brasileiro e acabou tomando uma cabeçada. Os dois se encararam até que Bacca chegou empurrando Neymar.

No fim das contas, Neymar e Bacca foram expulsos. Na súmula, o juiz da partida, Enrique Osses, muito criticado por Dunga e pelos jogadores do Brasil, citou a cabeçada de Neymar na expulsão do brasileiro.

Murillo ainda comentou o gol que deu a primeira vitória da Colômbia contra o Brasil desde a Copa América de 1991. "Quando você percebe que você marcou um gol num time como o do Brasil, é uma alegria não só para o grupo mas para mim mesmo. Por não ter conseguido a vitória anteriormente, foi satisfatório pelo gol marcado e pela vitória obtida", afirmou.

Mais Futebol