Expulsão e sina do pênalti: Holanda vive drama e Islândia vê Euro perto

Do UOL, em São Paulo

  • JOHN THYS/AFP

    Robben lamenta durante a partida entre Holanda e Islândia

    Robben lamenta durante a partida entre Holanda e Islândia

O desespero da Holanda na Eliminatória para a Eurocopa de 2016 aumentou ainda mais nesta quinta-feira (3), na sétima rodada. Mesmo jogando em casa e com o técnico Danny Blind fazendo sua estreia, a seleção caiu diante da Islândia, por 1 a 0, e viu suas chances de classificação para o torneio ficarem cada vez mais complicadas.

Chegando para a partida com apenas 10 pontos em seis rodadas e na terceira colocação, que a levaria para a repescagem, a Holanda começou o jogo dando sinais de que as coisas melhorariam. O problema, no entanto, começou aos 25 minutos. Melhor jogando até então na partida, Arjen Robben sentiu uma lesão na virilha e precisou ser substituído. E aí tudo começou a dar errado.

Apenas seis minutos mais tarde, Martins Indi se enroscou com Sigthórsson e deixou o braço no rosto do adversário. O árbitro entendeu que se tratava de uma agressão e mandou o holandês para o vestiário mais cedo: cartão vermelho.

Se já estava ruim, aos quatro minutos do segundo tempo ficou ainda pior. Van der Wiel derrubou Bjarnason dentro da área. Pênalti, Sigurdsson bateu e abriu o placar. Cillessen chegou a tocar na bola, mas seguiu sua sina com penalidades.

Foi justamente por essa dificuldade em defender cobranças, inclusive, que o camisa 1 foi substituído nas quartas de final da Copa do Mundo por Tim Krul, contra a Costa Rica, instantes antes da decisão por pênaltis.

Com a derrota por 1 a 0, a Holanda segue na terceira colocação do Grupo A com 10 pontos e pode ser ultrapassada pela Turquia na próxima rodada, o que a tiraria até da zona da repescagem. Já a Islândia chegou aos 18 pontos e abriu oito de diferença para o primeiro time fora da zona que leva direto para a Eurocopa, faltando apenas três rodadas.

GIAMPIERO SPOSITO/REUTERS

Mão de Pellè espanta a zebra Malta

Entrando na rodada próxima de ficar em uma situação complicada como a Holanda, a Itália conseguiu evitar que Malta aprontasse e venceu de maneira sofrida, por 1 a 0, mesmo tendo um jogador a mais desde os 35 minutos do primeiro tempo.

O autor do gol salvador da Itália foi Graziano Pellè. O jogador do Southampton aproveitou cruzamento de Candreva, contou com a falha do goleiro Hogg e mandou para o fundo do gol de Malta, dando a vitória para os italianos. O lance, no entanto, contou com a ajuda da mão do atacante, que fez com que a bola fosse para as redes. O árbitro não viu a irregularidade e validou o gol.

Com o resultado, a Itália segue na segunda colocação do Grupo H, com 15 pontos, mesma pontuação da Croácia, líder da chave. Já a fraca seleção de Malta segue na última colocação com apenas um ponto.

Confira os outros resultados das Eliminatórias da Euro-2016:

Azerbaijão 0 x 0 Croácia

Rep. Tcheca 2 x 1 Cazaquistão

Turquia 1 x 1 Letônia

Bélgica 3 x 1 Bósnia-Herzegóvina

Chipre 0 x 1 País de Gales

Israel 4 x 0 Andorra

Bulgária 0 x 1 Noruega

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos