Em crise, Holanda bate lanterna e segue viva por repescagem da Eurocopa

Do UOL, em São Paulo

  • EFE/EPA/MAXIM

    Wijnaldum - que fez gol contra o Brasil na Copa do Mundo - abriu o placar para a Holanda

    Wijnaldum - que fez gol contra o Brasil na Copa do Mundo - abriu o placar para a Holanda

De terceira colocada na última Copa do Mundo a séria candidata a ficar de fora da Eurocopa de 2016. A seleção da Holanda vive uma crise que foi apenas parcialmente aplacada com a vitória deste sábado por 2 a 1 sobre o Cazaquistão, lanterna do Grupo A, pelas Eliminatórias da Euro. O time ainda depende de uma derrota da Turquia na última rodada para manter as chances de classificação.

Com 13 pontos e só mais um jogo para fazer, os holandeses já não podem alcançar as classificadas Islândia e República Tcheca. A única esperança é terminar em terceiro do grupo, à frente dos turcos, que venceram os tchecos nesse sábado e somam 15 pontos, para ir à repescagem.

A vitória fora de casa sobre o frágil Cazaquistão foi sem brilho, com gols dos meio-campistas Wijnaldum e Sneijder, mas ao menos garantiu o primeiro ponto da seleção laranja sob o comando do técnico Danny Blind – ele havia perdido suas duas primeiras partidas, para Islândia (1 a 0) e Turquia (2 a 0), sem que seu time tivesse marcado sequer um gol.

Sem o lesionado Robben, a Holanda foi um time de pouquíssima inspiração. As melhores chances apareceram nos pés do jovem ponta direita El Ghazi, que chegou bem em jogadas individuais e criou o lance do primeiro gol, aos 33 minutos: ele costurou para dentro e a bola sobrou para Wijnaldum, que acertou bom chute de fora da área.

Já os cazaques mostraram por que a última vitória da seleção em jogos oficiais foi em setembro de 2013, contra as Ilhas Faroe: um time limitado tecnicamente e contentado em dar chutões para frente. A Holanda ampliou o marcador no início do segundo tempo com Sneijder, que recebeu bom passe de Huntelaar e soltou uma bomba de pé esquerdo.

Já no final, Van Persie entrou em campo para completar seu 100º jogo com a camisa da Holanda. O atacante de 32 anos vive má fase no Fenerbahçe e perdeu também a condição de titular da seleção para Huntelaar. Mas só deu tempo de o Cazaquistão descontar, com um gol já aos 50 minutos.

A partida que pode decidir se a Holanda passará ou não pelo vexame de ficar fora de uma Eurocopa com 24 seleções acontecerá na próxima terça-feira, em Amsterdã, contra a República Tcheca. Ao mesmo tempo, a concorrente Turquia receberá a Islândia, precisando só empatar para se garantir na repescagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos