Reforço do Cruzeiro é processado por atropelamento na Argentina

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Mabromata/AFP Photo

    Acidente ocorreu em 2014, quando Sánchez Miño defendia o Boca Juniors

    Acidente ocorreu em 2014, quando Sánchez Miño defendia o Boca Juniors

O meia Juan Sánchez Miño, reforço do Cruzeiro para 2016, foi processado por um acidente de trânsito em abril de 2014. A notícia foi divulgada pelo jornal esportivo argentino Olé.

No acidente em questão, Sánchez Miño atropelou um motociclista nos arredores do Estádio de La Bombonera. Não houve vítimas fatais, mas o atleta acabou acusado pelo crime de lesão corporal culposa – ou seja, sem intenção.

As autoridades argentina acataram nos últimos dias a acusação contra o jogador, então no Boca Juniors. Na ocasião, Sánchez Miño entrou com seu carro na contramão em uma rua, obrigando um motociclista a frear de maneira brusca; no ato, acabou caindo da motocicleta. O jogador alegava que não havia placas de indicação na rua, fato rebatido pela promotoria.

Apesar do processo, o jogador foi liberado para viajar ao Brasil e assinar contrato com o Cruzeiro. O caso agora vai para uma outra instância, que deve determinar uma condenação – esta vai desde multa até três anos de prisão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos