James admite velocidade alta e culpa música por não ter visto polícia

Do UOL, no Rio de Janeiro

Flagrado pela polícia espanhola a 200 km/h com seu carro em uma estrada de Madri nesta sexta-feira, James Rodríguez admitiu excesso de velocidade. O jornal Marca cita o boletim policial sobre o caso e revela o motivo de o colombiano não ter parado o veículo durante perseguição com as autoridades.

De acordo com o camisa 10 do Real Madrid, a música alta que escutava no carro o impediu de ouvir a sirene do carro da polícia. Ele também estava atrasado para o treino e, por isso, com mais pressa.

No comando de um Audi R8, James chegou aos 200 km/h a caminho do centro de treinamento do Real Madrid. A polícia iniciou perseguição, pensando se tratar de um homem com um carro roubado e em fuga.

A viatura policial, se identificação, tentou parar James por excesso de velocidade, e pelo alto-falante dizia repetidamente: "fique na direita". O jogador conseguiu entrar no centro de treinamento Valdebebas, enquanto os policiais foram barrados na portaria.

Ainda segundo o jornal Marca, James não foi detido por ser uma figura pública e não apresentar risco de fuga. Ele treinou normalmente no clube na sexta-feira, após o episódio.

O colombiano pode até perder a habilitação para dirigir e arcar com multa por excesso de velocidade e condução temerária. Ele ainda pode ser denunciado por não obedecer a ordem de estacionar o carro, conforme pedido pela autoridade.

O Real, mesmo que em campo não pareça, passa por crise na temporada - o time foi vaiado pela torcida nas últimas duas vitórias. No Campeonato Espanhol, é terceiro colocado, com 36 pontos, dois a menos do que os líderes Atlético de Madri e Barcelona.

A equipe encara o Valencia fora de casa, no próximo domingo (03). 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos