Diego Alves diz não pensar em seleção agora e foca em recuperação do joelho

Do UOL, em São Paulo

  • EFE / Carlos Barba

Presença frequente na seleção brasileira até lesionar o joelho direito em partida do Campeonato Espanhol em maio, o goleiro Diego Alves afirmou que no momento não pensa em um retorno à equipe nacional. Seu foco está apenas em se recuperar totalmente da lesão para poder voltar a defender o Valencia.

"Tenho que pensar no meu joelho, não posso pensar em nada mais para frente do que voltar bem. Esse é o meu principal objetivo agora. Não posso pensar no Valencia, na seleção...Mas claro que pretendo voltar a defender o Brasil e vou trabalhar bastante para isso. Tenho certeza que sempre demonstrei condições de ser jogador de seleção", afirmou o goleiro em entrevista ao LANCE!.

Por causa da lesão e da operação a qual teve de ser submetido, Diego Alves acabou cortado da Copa América do Chile, no ano passado. Ele já leva mais de oito meses sem disputar uma partida.

"É claro que é difícil ficar longe dos campos tanto tempo, coisa que era habitual em praticamente toda a minha vida. Mas temos que nos recuperar. A gente não pede para se machucar. Essas lesões são sempre arriscadas no futebol, pois é um esporte de muito contato. Quando se lesiona assim, é preciso ter a cabeça no lugar para se recuperar bem e voltar a melhor ainda", afirmou.

O goleiro disse ainda que deverá voltar aos gramados até o fim de fevereiro, mas não quis dar uma data exata.

"Já estou treinando no campo. Fomos bem cautelosos na recuperação. Está ocorrendo tudo bem, passei da fase de recuperação muscular, que é muito importante. Agora, preciso saber com o meu joelho vai evoluir", afirmou.

Diego também falou sobre o colega Jefferson, que acabou barrado do gol da seleção após a derrota para o Chile por 2 a 0 na estreia nas Eliminatórias.

"É uma decisão do Dunga, não estava na seleção no início das Eliminatórias. Não sabemos o que se passa na cabeça do técnico, que é quem decide. Aqui na Europa, temos o costume de revezar o goleiro, é comum isso. Conheço ele (Jefferson), é uma pessoa do bem, que sempre torce para os companheiros. Acho que não teve problema nenhum", analisou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos