Inter se apresenta sem D'Ale e Rafael Moura, mas com promessa de títulos

Marinho Saldanha

Do UOL,em Porto Alegre

  • AFP PHOTO / JEFFERSON BERNARDES

    D'Alessandro não esteve na reapresentação do Internacional, nesta segunda

    D'Alessandro não esteve na reapresentação do Internacional, nesta segunda

O Inter se reapresentou sem D'Alessandro. O meia argentino foi liberado pela direção para participar de um amistoso solidário promovido por Enzo Francescoli, no Uruguai. Rafael Moura, envolvido em negociação com Atlético-MG, também não esteve presente. No discurso de abertura de ano, o presidente Vitório Píffero determinou o hexacampeonato gaúcho como primeiro objetivo. Mas uma conquista nacional como o mais importante do ano.

"Queremos ser hexacampeões gaúchos pela terceira vez na nossa história. Manter esta hegemonia é da maior importância e vamos buscar este título com todo nosso aparato. Este ano temos mais uma competição, onde mais do que a competição temos o fato dos clubes estarem novamente se encontrando para determinar entre nós as regras que vamos seguir", disse. 
 
A ausência de D'Alessandro também é uma forma de retribuição. Francescoli esteve no Lance de Craque, jogo promovido pelo argentino do Inter. E na ocasião convidou o gringo para seu jogo, em Punta del Este. 
 
Os jogadores estiveram presentes no discurso do presidente, na sala de imprensa do Beira-Rio. Entre as novidades, Fabinho, Paulo Cesar Magalhães e Fernando Bob, recentemente contratados. E Jackson, que voltou de empréstimo do Palmeiras. 
 
Após falar sobre a conquista do Gauchão, o presidente vermelho revelou o que espera de mais importante no ano: uma conquista nacional. 
 
"No segundo semestre temos o Brasileiro. Em 2005 nos tomaram na mão grande. Em 2006 e em 2009 batemos na trave. Em 2009 também batemos na trave na Copa do Brasil. Temos batido muito na trave no últimos anos. O Inter é o time que mais conquistou títulos neste século e não conquistou o Brasileiro. Devemos isso para nosso torcedor e vamos pensar nisso desde o primeiro treinamento", completou. "O Gauchão será um ensaio para o Brasileiro", acrescentou. 
 
Rafael Moura, baixa na apresentação, está em negociação avançada com o Atlético-MG e deve ser emprestado até agosto, quando vence o vínculo com o Internacional. O Colorado se dispõe a pagar R$ 200 mil por mês para manter He-Man lá. 
 
Alisson, que tem acerto para se transferir para Roma no segundo semestre, esteve na apresentação. O mesmo vale para Anderson, que é repetidamente alvo de clubes chineses. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos